Pular para o conteúdo

Ter gota aumenta o risco de um homem para a disfunção erétil (DE) .

A gota é uma forma muito dolorosa de artrite que normalmente afeta os pés, joelhos, punhos e cotovelos. As articulações podem ficar rígidas e inchadas. Os sintomas podem ser intermitentes. Um paciente pode ter um ataque de gota por alguns dias e, em seguida, passar vários meses antes de ter outro. A gota é geralmente tratada com medicação.

O culpado por trás da gota é um acúmulo de ácido úrico, uma substância formada quando o corpo processa as purinas, que são encontradas nos tecidos do corpo e em alimentos como frutos do mar e feijões secos.

Normalmente, o ácido úrico sai do corpo com urina. Mas às vezes, o corpo não filtra o ácido úrico adequadamente. Ou, uma pessoa pode consumir muitos alimentos que contenham purinas. Em qualquer caso, o ácido úrico se acumula, formando cristais afiados que se instalam nas articulações. O resultado é gota.

Estudos mostraram que a disfunção erétil é comum em homens com gota. A gravidade do DE tende a ser pior nesses homens também.

O que a gota tem a ver com as ereções de um homem? Alguns especialistas acreditam que o excesso de ácido úrico pode danificar o revestimento interno dos vasos sanguíneos, incluindo os do pênis. Quando isso acontece, é mais difícil que o sangue flua para o pênis quando o homem está sexualmente excitado. E sem fluxo sanguíneo suficiente, uma boa ereção não pode ocorrer.

Os homens com gota devem informar ao seu médico se começam a ter problemas com ereções. Felizmente, há uma variedade de  tratamentos disponíveis.

Casos de Remoção de Glândulas Paratireoides

Pode haver uma conexão entre a disfunção erétil (DE) e as glândulas paratireoides, dizem os pesquisadores.

Essas glândulas estão localizadas perto da glândula tireoide. Eles produzem hormônio da paratireoide (PTH), que ajuda o corpo a processar o cálcio.

Quando as glândulas produzem muito PTH, haverá muito cálcio no sangue (hiperparatireoidismo). Isso pode levar a pedras nos rins e redução da densidade óssea. Às vezes, uma ou mais glândulas precisam ser removidas cirurgicamente em um procedimento chamado paratireoidectomia.

Recentemente, uma equipe de cientistas da Universidade de Pittsburgh questionou se as glândulas paratireoides poderiam estar ligadas à disfunção erétil. Eles analisaram os registros médicos de 160 homens que tiveram as glândulas removidas devido ao hiperparatireoidismo. De acordo com questionários médicos, 21 homens tiveram DE antes da cirurgia.

Seis meses após a cirurgia, 14 homens não relataram ED no questionário.

É importante notar que este estudo foi muito pequeno. Os resultados não sugerem que a remoção das glândulas paratireoides seja um tratamento para disfunção erétil.

Além disso, as chances de ED aumentam à medida que os homens envelhecem. Neste estudo, os homens com disfunção erétil foram, em média, cerca de 12 anos mais velhos que os homens sem disfunção erétil.

Ainda assim, os resultados apontam os pesquisadores de ED em uma nova direção. Mais estudos poderiam nos dizer muito mais.

Os resultados foram apresentados em maio na reunião anual da Associação Americana de Cirurgiões Endócrinos, realizada em Nashville.  Para saber mais, visite https://www.treinart.com.br/como-nao-gozar-rapido/

Os viajantes com destinos internacionais quase sempre optam ou são obrigados por tratados internacionais a contratarem um seguro de vida ou assistência de viagem.

Convencionalmente, os viajantes com destinos internacionais quase sempre optam ou são obrigados por tratados internacionais a contratarem um seguro ou assistência de viagem.

Para sair do país, a contratação de um seguro de viagem ou de uma assistência viagem é fundamental. Grande parte da exigência origina-se da necessidade da cobertura ao viajante em caso de despesas médicas em atendimentos e procedimentos clínicos emergenciais, e modo que não onerem os governos locais.

É um termo utilizado para designar todos os tipos de seguro que garantem a segurança e atendimento aos viajantes, principalmente no que se refere às emergências, roubos, extravios e despesas médicas não previstas.

Uma simples seqüência de exames somada a uma medicação para sanar uma infecção na urina pode forçar desembolso de valores que chegam facilmente à ordem de 15.000 dólares para viajantes que não tenham contratado serviço. Grande parte da exigência origina-se da necessidade da cobertura ao viajante em caso de despesas médicas em atendimentos e procedimentos clínicos emergenciais, de modo que não onerem os governos locais.

produto ou serviço denominado como “Seguro Viagem” também é conhecido no Brasil como ” Assistência Viagem “, embora esta última seja uma evolução do primeiro conceito.

O seguro de viagem é um plano de saúde temporário e também uma garantia de indenização para várias situações e acidentes. Normalmente é feito para destinos internacionais, pois o plano de saúde usado nacionalmente não é válido no exterior

Quanto custa um seguro de viagem?

O seguro de viagem bão seriá muito caro, como exemplo uma de uma pessoa de 70 de 11 dias para os EUA, o valor total do seguro básico foi de R$ 282 e para a França o valor foi de R$ 254. Este preço é apenas é uma variação, pois irá depender do plano contratado.

Como contratar um seguro de viagem?

Os seguros de viagem podem ser contratados em empresas especializadas em seguro, no próprio banco ou diretamente na companhia aérea escolhida para a viagem. Grande parte pode ser contrata no site mesmo, assim que você compra as passagens ou nossa dica especial, usar a Assistente de Viagens.

A vida moderna além de muito corrida implica em falta de tempo para fazer tudo e se você não tomar cuidado acaba por deixar a sua saúde de lado e priorizando outras coisas como trabalho, vida financeira, entre outros.

Por conta disso nesse texto você aprender um pouco mais sobre como priorizar a sua saúde e como o esporte pode te ajudar nessa tarefa tão difícil de se desligar um pouco do seu dia a dia normal e inserir a prática de algum esporte na sua agenda para aumentar a sua qualidade de vida, diminuir a chance de contrair doenças, melhorar o seu sistema imunológico, entre outros.

A primeira dica que vamos te contar hoje é que você escolha um esporte da sua preferência, com certeza você acompanha algum esporte na televisão que você sempre desejou praticar, os mais comuns alvos de escolhas das pessoas são o famoso futebol e também o vôlei, inclusive como essas escolhas são comuns existem grupos no ambiente de trabalho que costumam se juntar depois do expediente para praticar um pouco de esporte e até competir com outras áreas da empresa ou até em campeonatos regionais, grandes estrelas do esporte foram reveladas assim.

Não é muito difícil encontrar esse grupo de pessoas dentro do seu ambiente profissional, geralmente eles mesmos enviam emails para a sua caixa de entrada para divulgar a iniciativa e também chamar novas pessoas, portanto essa é a primeira dica de hoje, fique atento à sua caixa de entrada institucional, às vezes a sua vida pode mudar através dela.

A segunda dica que nós recomendamos para você que quer praticar esportes é fazer exames antes de começar, como a maioria das pessoas que quer começar a fazer esportes estava parada a muito tempo é recomendável um check up na saúde antes de começar a levar o seu corpo ao limite, ainda mais dependendo da sua idade e dos fatores de risco envolvidos na sua família.

Para encerrar o texto nós recomendamos que para facilitar a sua prática de esportes você more perto de algum parque que facilite a sua vida na hora de se exercitar e para isso também temos uma ótima dica, Hoje existem condomínios que já possuem em seu interior academias e estruturas que beneficiam o lazer, existem ótimos apartamento na barra com esse tipo de infra estrutura.

A próstata é uma glândula masculina localizada abaixo da bexiga que reveste a uretra (o tubo que conecta a bexiga ao lado de fora). Tem o tamanho aproximado de uma amêndoa, produz muito do líquido que é expulso com a ejaculação e através dele circula a urina e o sêmen.

contratos da próstata durante o orgasmo e ejaculação durante a transferência de fluidos da próstata a ser vertida para o exterior juntamente com o esperma produzido nos testículos e outros fluidos de diferentes glândulas na uretra.

Este órgão não desempenha nenhum papel no mecanismo de ereção do pênis, mas tem uma relação direta com os nervos envolvidos nele.

Leia também: Xtrasize funciona?

Depois de 40 anos, o homem pode ter problemas de próstata; aos 50 anos de idade, mais da metade tem sintomas e mais de 80 anos afetam 90%. A causa mais comum desses problemas é a próstata adenoma, também chamada hipertrofia prostática benigna ou tumor benigno, que faz com que o alargamento do corpo que e dificuldade para urinar, frequência muito grave.

Acredita-se que sua origem esteja relacionada aos hormônios masculinos (andrógenos), especificamente com testosterona. Em certos ambientes (academias, competições esportivas, etc.) são, por vezes, aconselhou, sem saber as consequências, tendo andrógenos orais ou injetáveis. Muitas vezes, os médicos ou farmacêuticos recebem pressão por sua prescrição e dispensação.

O aparecimento do tumor relacionado à freqüência sexual que um homem teve ao longo de sua vida, muito ou pouco, e sua presença também afeta a atividade sexual, embora seja possível que o desconfortável sentimento (dor ou dificuldade para urinar ), desencorajar qualquer intenção sexual. No entanto, a capacidade erétil não é diretamente afetada pelo aumento da próstata.

O cancro da próstata é o terceiro tumor em ordem de frequência em homens após o cancro do pulmão e cólon-recto (Ministério da Saúde, 1997-2000) e geralmente aparece depois dos 50 anos. Pode ser diagnosticado precocemente através da realização de testes analíticos (determinação de PSA ou antígeno prostático específico) e exame retal digital.

O tratamento de distúrbios prostáticos geralmente afeta a função sexual. Por isso, é altamente recomendável, antes de começar, informar-se, primeiro com o médico de família e depois com o urologista.

É usado frequentemente drogas bloqueador hormonas sexuais masculinas, anti-androgénios, o que pode levar a uma diminuição acentuada da libido e da disfunção erétil, uma vez reconhecido como efeito licenças de saúde pode ser tratado por um terapeuta sexual para apanhar.

Em adenomas graves (tumores) que obstruem o trato urinário e não respondem ao tratamento médico, e nos cânceres de próstata, a cirurgia pode ser necessária. Isso pode ter como consequência uma disfunção erétil, que depende em essência do tipo de intervenção realizada.

Se consiste na remoção radical da próstata (prostatectomia total) é normalmente realizada antes de um cancro geralmente muito avançada, a secção dos nervos responsáveis ​​pela montagem faz com que virtualmente certa a disfunção erétil.

Se, ao contrário, como é cada vez mais comum, uma resseção parcial é realizada, seja pelo abdome ou pela uretra, o risco de impotência após a intervenção é mínimo.

Após qualquer intervenção cirúrgica na área genital, um forte impacto psicológico é frequentemente produzido e isso pode levar a distúrbios sexuais de natureza emocional, como problemas de desejo, disfunção erétil ou insatisfação sexual.

Às vezes, com a tomada de alguns medicamentos, em pacientes com diabetes e próstata operada a ejaculação precoce ocorre, assim chamado porque durante a ejaculação, o sêmen vai para a bexiga em vez de sair pela uretra; No momento do orgasmo, o sêmen não é expelido para o exterior e depois eliminado com a urina.

Se a ejaculação retrógrada é devida à medicação, sua suspensão geralmente restaura a ejaculação normal, mas se ela é causada por cirurgia de próstata ou diabetes, geralmente não é corrigida.

A sensação de experimentar um “orgasmo seco” freqüentemente causa um forte impacto psicológico tanto no homem quanto no parceiro. Tal processo inesperado geralmente gera pensamentos negativos sobre a capacidade sexual e induz distúrbios graves.

Especialista observa que os problemas de impotência antecipam a saúde cardiovascular deficiente. A chave é consultar a tempo de iniciar um tratamento.

Um ataque cardíaco ocorre quando as veias ou artérias que transportam sangue para este músculo estão obstruídas, impedindo a irrigação e fazendo com que parte do tecido morra. Na disfunção erétil, o sangue não é capaz de preencher os corpos cavernosos do pênis, por isso não se ergue completamente.

Em muitos casos isso acontece porque os vasos sanguíneos estão bloqueados e isso é um sinal claro de que a saúde cardiovascular não está funcionando bem.

“Existem fatores de risco que alteram a ereção, como diabetes, dislipidemia, hipertensão, obesidade e sedentarismo. Todos eles afetam a saúde das artérias do corpo, eles são cobertos.

Primeiro eles cobrem os mais finos, como os do pênis e depois das coronárias. Se ocorrer impotência, em três ou cinco anos mais um ataque cardíaco pode aparecer “, diz o urologista do Hospital Dipreca, Rodrigo Leyton.

No estudo, que é parte de uma campanha sobre a saúde sexual em homens pela Sociedade Chilena de Urologia e laboratório Lilly, 325 homens entre 45 e 70 são controlados em policlínicas preventivas de DIPRECA Hospital entre junho foram pesquisados e agosto deste ano. 51,4% deles reconheceram algum grau de disfunção erétil, 40,9% (133 pacientes) apresentaram disfunção erétil leve, 8,4% (27 pacientes) leve a moderada; 1,5% (5 pacientes) moderado e 0,6% (2 pacientes) grave.

Já conheça o Xtrasize, o melhor remédio para impotência masculina? Acesse o link a seguir para gel aumento peniano.

Segundo Leyton, 20 ou 30 anos atrás, os homens quase não consultavam por causa da vergonha ou porque a cultura machista não os deixava ver que isso era um problema de saúde. Além disso, também não havia muitas alternativas de tratamento. Mas na última vez, as consultas aos urologistas aumentaram.

“Em geral e como primeira medida, o que estamos tentando fazer é mudar os fatores de risco que alteram a ereção, como diabetes, dislipidemia, etc. É avaliado se existem alterações hormonais ou medicamentos que estão impedindo a ereção ”, explica Leyton. Depois disso, você pode determinar tratamentos diferentes, de medicamentos como o sildenafil, vardenafil e similares.

Se isso não funcionar, também existem injeções que são colocadas diretamente dentro do pênis e que o médico lhe ensina a administrar ao paciente para que ele possa fazê-lo pouco antes da relação sexual.

Leyton menciona que também existem outros dispositivos mecânicos, como bombas de vácuo (manuais ou elétricas).

Entre os novos tratamentos para a impotência de origem vascular, ondas de choque através da pele do pénis e que ajuda a novos microarterias permitir a erecção após a formação são utilizados. Deve ser feito entre 5 e 15 sessões, não dói e em dois meses de tratamento você tem uma melhora de 70%. No Chile, existem quatro dessas máquinas.

“Se nenhum dos trabalhos acima, você pode instalar uma prótese peniana, eles são dois tubos que são instalados nos corpos cavernosos. Pode ser dobrado ou esticado de acordo com a necessidade. A sensação, o prazer, o orgasmo permanecem os mesmos “, diz Leyton. “Há sempre um tratamento, independentemente da idade dos pacientes. Quanto mais cedo você consultar, melhor o prognóstico “, insiste este especialista.

Suplementos são uma conseqüência da formação de pedras nos rins, é um dos problemas mais comuns da maioria das pessoas. Maus hábitos alimentares e consumo insuficiente de água são considerados os principais motivos para a formação de cálculos urinários.

O acúmulo de minerais dissolvidos no revestimento interno do rim envolve a formação de cálculos que podem crescer de pequeno a grande porte, para uma grande bola de golfe com estrutura cristalina.

Como mencionado acima, a falta de ingestão adequada de água no corpo leva à formação de cálculos renais, devido à ingestão inadequada de água, não dilui o ácido úrico que faz com que a urina seja mais ácida, o que leva gradualmente à formação de cálculos. Os sintomas mais comuns desta doença são sangramento e sensação de ardor ao urinar, vômitos, formação de pus na urina em relação a febre e calafrios.

Médicos e cientistas sugerem que manter um estilo de vida saudável com o apoio de alimentos nutritivos e, mais importante, o consumo regular de pelo menos 8-10 copos de água ou suco saudável reduz o risco de pedras nos rins. Se estiver suficientemente hidratado, ajudará seu sistema a diluir os produtos químicos responsáveis ​​pela formação dos cálculos.

Além da água, a inclusão dos três principais hábitos alimentares na dieta pode desempenhar um papel importante na prevenção de cálculos renais.

Tome nota dessas 3 dicas abaixo

  • Aumento na Ingestão de Frutas Cítricas

As melhores fontes naturais de ácido cítrico são limão, e laranja. O ácido cítrico cria um escudo protetor contra a formação de pedras nos rins, e ajuda a destruir os possíveis blocos de pedra em pedaços menores que são rejeitados ao urinar.

Em baixos níveis de oxalato, incluindo mais cálcio na sua dieta. Os profissionais de saúde recomendam sempre extrair cálcio de fontes naturais em vez de suplementos. Leite, queijo e iogurte são considerados as principais fontes de cálcio. Além disso, legumes, nozes, sementes e vegetais verde-escuros também são fontes ricas em cálcio. Também é essencial aumentar a ingestão de vitamina D, pois ajuda a absorver mais cálcio. O nível mais baixo de cálcio na dieta, quanto maior o nível de oxalato, que é responsável pela formação de cálculos.

  • Água, Frutas e Legumes

Embora seja aconselhável beber bastante líquido para evitar água e pedras, o médico prescreve o consumo de frutas e legumes para eliminar as pedras. A inclusão de frutas e vegetais, como melancia, framboesa, laranja, pepino e abacaxi, ajuda o corpo a se hidratar, diminuindo a probabilidade de pedras nos rins e no trato urinário

O acúmulo de cálculos depende de muitos fatores, incluindo casos médicos hereditários, mas também mostrou que uma pessoa pode sofrer de pedras nos rins muitas vezes durante suas vidas, e os homens são os que mais sofrem com a doença. formação de cálculos crônicos. Evitar as causas desta complicação é um processo muito difícil, que exige alguma paciência e determinação. Os principais sintomas da formação de cálculos não devem ser negligenciados, antes do salto mortal.

 

“Ele acompanha batata frita?”

Não há sentido em fugir: essa oferta simples vai assombrá-lo em qualquer restaurante decente o hamburgues vem com batata frita. Em um mundo ideal – um que imagina suas artérias – você vai manter o seu ritmo cardíaco para a gordura, virar e ir para casa para preparar uma salada.

Mas desde que isso não é algo que normalmente acontece, a melhor coisa a fazer, na prática, uma tática simples: manter combinação de batatas fritas na lateral e fazer uma aposta no segundo hambúrguer.

Embora pareça que alguns fãs estão convencidos do Big Mac, eles dizem que essa ideia conta com suporte técnico. Quem sugeriu a troca pela primeira vez, foi a nutricionista americana Emily Fields durante uma entrevista com a Business Insider.

Em vez de classificar os alimentos como “heroína” ou “vilão”, é importante considerar se é equilibrado o suficiente para que você come para satisfazer as suas necessidades diárias. Ou seja: pior do que comer coisas não saudáveis, não é fornecer ao seu corpo os nutrientes de que necessita todos os dias.

Hamburgues com batata frita

Normalmente não vemos duplo sanduíche + batatinha com base em seus valores mínimos de carboidratos, gorduras e proteínas e máximo. Mas a verdade é que, para o nosso corpo, o que é considerado não um prazer, mas é um retorno nutritivo. No caso dos carboidratos, a principal função é dar energia. Enquanto gorduras ajudam a absorver as vitaminas e minerais necessários, enquanto que as proteínas são o combustível para os músculos e proporcionar saciedade, o que só pode fornecer cadeira bem conservados. No último dois têm uma função importante: eles ajudam a retardar o processo metabólico que consome energia dos alimentos, a conversão de carboidratos em açúcar.

É por isso que, quando você escolhe comer apenas cereais no café da manhã, fica com fome depois de algumas horas, explica Paul. É tudo sobre carboidratos, os principais ingredientes para a comida e fonte de energia “rápida”: embora os níveis de açúcar no sangue de pico, eles não podem manter-se com este nível – fazer alguma coisa para morder em um curto espaço de tempo. O reforço do menu de dois outros componentes, tais como gordura, presentes no iogurte, e a proteína fornece algumas nozes ou granola, vai ajudar a minimizar essa perda.

Então, há o hábito de renunciar ao notório combo gorduroso. fichas de substituição para o segundo hambúrguer, seguindo a mesma lógica, ajudará a fornecer mais proteína e proporcionalmente reduzir a quantidade de gorduras e hidratos de carbono, que compõem a maioria do que você hora no fast food. Essa troca simples pode ajudar a estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Enquanto batata contém apenas carboidratos e gordura, hambúrgueres artesanais mais nutritivos: a carne tem proteínas, carboidratos e gordura no pão … bem, que está presente durante a sua preparação.

Com isso em mente, você pode começar seus próprios cálculos. A parte média batatas fritas Mc Donald tem 288 kcal e 35 g de hidratos de carbono, lípidos 15 g e apenas 4 g de proteína. Assim, a aposta no hambúrguer de carne simples 245 kCal é a melhor escolha. Além de quase quatro vezes mais proteína (15 g), que tem menos de gordura (13 g) e quase completamente perde o seu hidrato de carbono (30 g).

Hambúrguer tem menos gordura saturada do que a batata frita

Também é bom levar em conta o total de gorduras saturadas presentes no óleo usado para assar batatas quando imersas. Reduzir o número de calorias e menos carboidratos também é um bom benefício. Um estudo de 2013 também mostrou que os voluntários que foram forçados a consumir mais proteína tiveram uma maior perda de peso. É bom lembrar sempre que não consideramos aqui outro fator importante, que é um sódio comum. Mas esta é a história: em qualquer restaurante fast food não é tão muitas maneiras de executar – é claro, para a porta de saída.

Hambúrguer e batatas fritas parecem inseparáveis, é verdade. Mas se você quiser terminar a sua próxima visita ao fast food com menos peso em sua consciência (ou se você está cansado de todos os combos listados no menu), a taxa sobre essa idéia pode ser um bom primeiro passo para uma vida mais saudável. “Tente mudar e ver como se sente”, – disse Paul sobre Hamburgues

O amido de milho é um ótimo produto para cuidar dos seus cabelos e mantê-los saudáveis por mais tempo. Ele é tradicionalmente utilizado na culinária brasileira para fazer um mingau ou dar seqüência em receitas caseiras, como massas em geral.

Amido de milho já é usado, há muito para cuidar dos cabelos, já que ele pode trazer inúmeros benefícios em relação a beleza e a força das nossas madeixas. Desde então, a avó, e mais precisamente nos anos 40 a 60, as mulheres já usaram o amido de milho, para alisar e dar brilho aos fios. Era a chamada “touca de gesso”, onde os resultados foram impressionantes, pode acreditar!

Mas, afinal, será que o amido de milho no cabelo funciona mesmo? Como usar? Se você ficou curioso, leia o artigo até o fim e saiba mais sobre o uso do amido de milho, para cachos e como usá-lo, para dar efeitos prometidos.

Vamos lá?!

As vantagens de amido de milho (maizena) para o cabelo

Como já dissemos anteriormente, o amido de milho pode trazer uma série de benefícios para o cabelo, com a condição de hidratação profunda, para dar a beleza e a força do cabelo antes de alisamento natural, liberando muitas mulheres o uso de químicos ou alisar o cabelo.

Confira abaixo as principais vantagens de se usar amido de milho para o cabelo:

Hidrata o fio

O amido de milho é um excelente aliado quando se trata de hidratação do cabelo loiro. Mas se usada sozinha no cabelo ela não hidrata os fios. A dica é usar misturado a uma máscara de hidratação que você já usa para hidratar as madeixas. Por causa disso seus cabelos vão brilhar mais e ficar mais hidratados.

Tira a oleosidade do cabelo

Os especialistas indicam que o amido de milho é um importante potencializador para retirar a oleosidade dos fios. Você pode usá-lo nos casos em que não houve tempo para lavar o cabelo corretamente ou, até mesmo, como um xampu seco. É isso mesmo!

Só aplicar o amido de milho em pó sobre as raízes do cabelo e da distribuição, e também. Logo em seguida, você vai notar que o amido de milho absorva todo o óleo dos fios, dando mais livre para o cabelo.

Ajuda a reparar as pontas

O amido de milho também é frequentemente usado para restaurar fios secos, especialmente nas extremidades. Se você já estiver usando um produto para ajudar com as pontas das madeixas, use o amido de milho, para potencializar ainda mais o efeito.

Ele vai servir para selar as pontas secas, as tarefas que, normalmente, damos para alisar o cabelo, depois fazemos hidratação e, para fechar a cutícula do cabelo. Usar amido de milho vai trazer o mesmo efeito, mas sem agredir o cabelo.

Alisa o cabelo

Fazendo a famosa “touca de gesso”, o amido de milho para o cabelo, você vai notar que os fios mais suave e hidratada, e não aquele frizz causado por uso de produtos químicos. Ainda não sabe o porque, o amido de milho ajuda a alisar o cabelo, mas acredita-se que o alisamento ocorre devido a glicose em sua composição.

Amido de milho (maizena) realmente funciona?

De acordo com relatos de quem já usou o amido de milho para cuidar de cachos, o amido de milho funciona, sim. Se utilizados corretamente – o que nós vamos ensinar durante o artigo, o amido de milho pode trazer todos os benefícios listados acima, para o cabelo.

Os principais benefícios observados, são os cabelos com menos volume, mais brilho e maciez. No entanto, de acordo com especialistas, o amido de milho não deve ser usado por si só nos fios, porque ela não tem o direito de penetrar neles. A dica é misturar na máscara de hidratação ou cremes hidratantes, para obter os efeitos desejados amido de milho.

Você também pode usá-lo como uma forma de shampoo seco – como falamos anteriormente. Segundo depoimentos de quem já usou, o amido de milho tira todos os óleos, fios, deixando os cabelos mais leves e livres, enquanto você não será capaz de fazer uma lavagem normal.

Como usar amido de milho (maizena) no cabelo: passo a passo

Existem várias maneiras de usar amido de milho no cabelo. Tudo vai depender do seu objetivo e o resultado que deseja atingir com a aplicação de amido de milho em cachos. Como você já sabe, ele serve para hidratar, alisar e tirar a oleosidade dos fios.

Vale lembrar que as receitas com o amido de milho são naturais e não fazem prejudicar o couro cabeludo e nem aos fios. Assim, eles podem ser usados para hidratar ou alisar cabelos de crianças, mulheres grávidas, idosos, mulheres com o cabelo virgem ou quimicamente tratados.

Confira abaixo várias maneiras de preparar receitas com amido de milho para o cabelo e escolher a melhor forma de acordo com os seus objectivos:

Alisamento de cabelo com o amido de milho (maizena)

O amido de milho pode ser um grande aliado para as mulheres, quando se alisamento natural. Além de outros benefícios, ela pode ajudá-lo a ficar longe de produtos químicos, retificador e, portanto, menos prejudicar o cabelo. Vale ressaltar que, químicos, usados em excesso, podem danificar a fibra capilar e, consequentemente, prejudicar a saúde.

Com o alisamento natural, o amido de milho, não existe o risco de acontecer o chamado corte, química, do processo que combina vários produtos ou métodos químicos de alisamento ou relaxamento, e, que, por sua vez, provoca a queda do fio, deixando um “buraco” enorme cabeça.

No entanto, há várias maneiras de fazer receitas com o amido de milho, para alisar o cabelo, então é melhor preparar a máscara, vai depender das necessidades de cabelo de cada um.

Lembre-se que o alisamento natural, o amido de milho atua gradualmente, ou seja, o cabelo se torna mais suave à medida que vai usando constantemente a máscara. O efeito: fios de lisa começa a ser considerado após a terceira aplicação, aproximadamente.

Outra dica importante é que o alisamento de cabelo com o amido de milho deve ser feita de 30 em 30 dias. Isso porque, apesar do fato de que a queratina e o bepantol – os ingredientes utilizados para a preparação de máscaras, são extremamente importantes para a saúde do cabelo, em excesso eles podem causar queda ou quebra dos fios, causando o chamado efeito “rebote” no cabelo, ou seja, o efeito é o oposto.

O inverno chega e com ele chega o risco das gripes e resfriados, nariz escorrendo, garganta inflamada, coriza, tosse, entre outros sintomas desagradáveis que aparecem neste período.

O mais chato é que não existe uma cura para as gripes e resfriados, o que podemos encontrar são formas de amenizar os sintomas para nos sentirmos um pouco melhor.

Desta forma, para que os sintomas desaparecem mais rapidamente e para que possamos no sentir melhor, aliviando o cansaço e mal-estar causados pelas gripes e resfriados, podemos recorrer a alguns remédios para gripe caseiros que são muito eficazes.

Neste post te daremos algumas opções de remédio para gripe caseiros, que você pode facilmente fazer em sua casa. Confira a seguir:

Mel

O mel é poderoso como remédio para gripe, o mel hidrata as mucosas das vias aéreas, acalma a garganta irritada e ajuda a controlar e diminuir a tosse seca.

Pode ser consumido sozinho, ou como adoçante para chás, sendo muito útil na melhora dos sintomas da gripe.

Gengibre

O gengibre é outro grande aliado no tratamento de gripes e resfriados, ele possui propriedades expectorantes, anti-inflamatórias e antivirais, além de ser um excelente remédio para gripe com irritação na garganta.

Alho

O alho possui substâncias anti-inflamatória auxiliando nos sintomas de congestão nasal e coriza.

Pode ser consumido naturalmente, ou para quem acha que o sabor desagradável, pode ser utilizado como complemento em chás e xaropes caseiros.

Como preparar o chá de alho, gengibre e mel

Esse excelente remédio para gripe, é muito simples de preparar, e alia os benefícios que apresentamos acima, você vai precisar de:

  • 3 dentes de alho;
  • 1 colher grande de mel;
  • Raspas de gengibre;
  • ½ limão;
  • Água.

Para a preparação, em uma panela adicione a água, e o alho amassado e deixe ferver por 5 minutos, depois da fervura acrescente o suco do limão e o mel, deixe esfriar um pouco e beba ainda morno.

Como preparar o chá de mel e limão

Se você não gosta do sabor do alho e prefere um remédio para gripe que não tenha esse ingrediente, você pode fazer o chá de limão e mel, veja os ingredientes:

  • 1 xícara de água;
  • 2 colheres de sopa de mel;
  • 1 limão.

Para preparar é muito fácil, ferva a água, adicione o mel e mexa bem até dissolver por completo e por fim adicione o suco do limão, beba logo em seguida.

Quando o remédio para gripe não resolver

As gripes e resfriados duram em torno de uma semana, se você perceber que após este período os sintomas não passaram talvez seja o momento de procurar um médico.

Também é importante procurar um médico, quando os sintomas incluírem febre alta, falta de ar, ou outra questão que interfira com relevância em sua rotina.

As gripes e resfriados costumam passar sozinhas, mas podem surgir complicações dependendo da agressividade do vírus e da imunidade da pessoa gripada, pode virar uma doença mais grave, como a pneumonia por exemplo.

 

Então se sentir que os remédios para gripe caseiros não estão sendo eficazes, o melhor mesmo é consultar um médico, buscando por tratamentos mais fortes e específicos.

Em uma viagem ninguém pensa nos imprevistos que podem vir a acontecer, principalmente fora do nosso país, desta forma possuir um seguro de viagem te dará maior segurança para aproveitar suas férias dá mais tranquila possível.

É preciso entender que a necessidade de um seguro viagem vai muito além de cobrir apenas despesas médicas, no entanto essa é uma das principais vantagens.

Ajuda com questões burocráticas e lidar com o roubo ou extravio de bagagens são outros serviços que você encontra em um seguro deste nível.

Principalmente para você que viagem com frequência para o exterior, você possui muito mais chances de um dia sofrer com isto.

Porém, as coberturas médicas são as mais usadas, principalmente em locais mais frios onde nós brasileiros não estamos habituados.

Com este texto esperamos ajudar você a entender que um seguro viagem, por exemplo, pode até mesmo cobrir seus gastos em um checkup médico em uma viagem internacional.

Porque possuir um seguro viagem

Assim como falamos no início deste texto, um seguro viagem pode te ajudar a resolver muitos problemas chatos na sua viagem.

Quando estamos de férias não queremos nos preocupar com burocracias e achamos, até mesmo que não estamos suscetíveis a doenças.

Porém, não há como prever que algo de ruim possa acontecer a alguma pessoa, o que precisamos fazer é nos precaver e buscar soluções prévias para possíveis problemas possíveis.

Um seguro viagem internacional te dá maior segurança e tranquilidade para viajar, onde em até mesmo em alguns países a sua contratação é obrigatória na apresentação da imigração.

Deste modo, nos seus planejamentos de férias pesquise se o país que você deseja viajar exige o uso deste seguro, e quais abrangências o mesmo precisa ter.

Ainda mais em países muito frio, ou se você pretende viajar para praticar algum esporte, um seguro viagem pode te ajudar a cobrir gastos com despesas médicas ou hospitalares, que é uma das principais questões no exterior.

Checkup médico em viagens

Você pode imaginar que não vai precisar de um checkup médico em sua viagem, afinal o que poderia acontecer de ruim.

Porém, é sempre melhor se precaver, ainda mais que os gastos com exames médicos no exterior podem possuir valores altíssimos.

A conversão da moeda local para o Real pode tornar tudo ainda pior, para se ter uma ideia, nos Estados Unidos, um simples exame de raio-x pode chegar a custar mais de U$ 700,00.

Imagine agora converter esses valores para a nossa moeda, pois então, em caso de uma necessidade um seguro de viagem irá te ajudar com estas questões.

checkup médico antes de uma viagem, por exemplo, pode ser solicitado para comprovar que você possui condições físicas de viajar.

Já que muitas companhias aéreas não recomendam que se viaje doente, principalmente se esta for contagiosa.

Um checkup médico inclui vários exames e se só um raio-x custa pode custar um absurdo, imagine quanto não pode sair todos em conjunto.

Na hora de escolher um seguro viagem para você ou empresa, de preferência por um que possui esta abrangência.

Assim, você terá muito mais segurança para realizar exames de sangue, urina e consultas no exterior, sem se preocupar com o rombo financeiro que isto pode causar.

Mesmo com todos os problemas de nosso país, podemos considerar que possuímos uma das saúdes mais baratas e acessíveis do mundo.

Pesquise bem antes de escolher um seguro viagem

Tudo o que apresentados até agora deve ser usado por você na hora de pesquisar e escolher um bom seguro de viagem.

As questões de saúde deve ser a sua principal prioridade, quanto mais ampla for a abrangência do seguro viagem melhor, para isso, sugerimos usar um comparador que exiba todas as opções disponíveis, e dessa maneira, poder comparar, como é o caso do www.multiseguroviagem.com.br.

Já que, não se pode prever questões de saúde, se seu seguro viagem deve ser o mais completo possível neste quesito, cobrindo gastos com checkup médico e internações.

Veja se o seguro viagem possui tudo para tornar as suas férias a mais tranquila possível, assegurando você contra questões burocráticas, roubo ou perda de bagagem e claro gastos médicos.

E você? Possuía estes conhecimentos que exames médicos no exterior podem custar uma pequena fortuna?

Saiba que contratar um seguro viagem é muito mais que apenas uma chatice pré viagem e sim uma forma de assegurar que você receba os cuidados necessários fora do seu país.