Saltar para o conteúdo

Quando a Psicoterapia é Indicada?

Todos nós, em algum momento da vida, iremos precisar de psicoterapia. Entretanto, ainda existem diversos preconceitos envolvendo o tema, fazendo com que muitos evitem o tratamento psicológico, por conta das ideias erradas propagadas sobre ele.

Hoje vamos quebrar algumas dessas ideias para que você saiba quando a psicoterapia é indicada.

O que é psicoterapia?

A psicoterapia, mais conhecida popularmente como terapia, é o método de trabalho do estudo e conceitos da psicologia, que trabalha a partir do diálogo entre psicóloga e paciente, construindo uma relação saudável, para tratar questões de cunho emocional e mental, como depressão, ansiedade, estresse, entre tanto outros.

O trabalho é feito através de um acompanhamento com o profissional de psicologia. As abordagens das sessões e formas de trabalho podem ser individual, grupal, em casal, família, e criança e adolescentes.

Os atendimentos podem se dar, até mesmo, em forma de acompanhamento terapêutico, onde o profissional atende o paciente, na casa ou no lugar em que paciente está.

O profissional da psicologia pode escolher a linha que norteará as sessões como a psicanálise (que é a mais conhecida pelas pessoas), fenomenologia, comportamental, cognitiva, psicodrama, EMDR, gestalt, ou psicoterapias breve, junguiana ou lacaniana. Cada uma das abordagens trabalhará, de maneira diferente com o paciente.

Quais impactos positivos a psicoterapia traz?

Um dos benefícios que a terapia proporciona é fazer com que o paciente se sinta bem consigo mesmo, tornando-o capaz de lidar com seus anseios, de forma mais saudável, podendo se conhecer melhor, como ser humano.

Ainda, dentro das sessões, é possível abordar diversos tipos de assuntos, como depressão, ansiedade ou questões de maior impacto à vida do paciente. Questões estas que podem fazer com que suas rotinas diárias ou suas atividades fiquem mais difíceis de executar, pois o sentimento desses anseios afloram, tomando conta de sua vida.

Durante as sessões, o paciente, consegue trazer à tona tais anseios, que muitas das vezes não imagina ser o agente desencadeador das emoções. Isso lhe dá a possibilidade de olhar, de maneira ampliada, o assunto, sendo, assim, capaz de lidar com este e ter recursos para lidar com assuntos parecidos, quando estiver, de novo, de frente à situação.

A partir de que idade posso frequentar a psicoterapia?

 

  • Não existe faixa etária para frequentar as sessões, desde que o próprio paciente esteja de acordo em procurar ajuda de uma psicóloga.
  • O primeiro passo para que tenha efeito a psicoterapia é a própria pessoa reconhecer que não está bem e precisa de ajuda. Os motivos podem variar. Desde problemas conjugais, familiares, de relacionamentos em geral e, até mesmo, atitudes que não sejam benéfica ao paciente ou às demais pessoas que o cercam.

 

Como funciona a psicoterapia?

A psicoterapia é um método que somente um profissional habilitado, dotado de com uma escuta treinada, pode fazer.

Isso pois uma conversa com um ente íntimo não soluciona e, dependendo do assunto abordado, pode trazer a tona outros assuntos, que paciente ainda não está preparado para enfrentar naquele momento.

Entre os assuntos que podem surgir podemos citar: distúrbios alimentares, transtornos de personalidade, depressão, ansiedade, deficiências, como o transtorno do espectro do autismo, perdas de entes queridos por morte, estresse, entre tantas outras.

O trabalho, junto a um profissional treinado, acaba trazendo ao paciente autoconhecimento, ampliação do olhar, para as mais diversas situações e como enfrentá-las, autocontrole e conhecimento de suas emoções.

Por isso, assim que a pessoa tonar-se consciente de suas próprias dificuldades para lidar com seus problemas emocionais, deve procurar ajuda de uma psicóloga. Com a ajuda profissional, o paciente se encontrará evoluindo pessoalmente, em diversos aspectos de sua vida, adquirindo empoderamento social e quebrando suas frustrações.

Conteúdo oferecido por Graziele Melo - Psicóloga São Bernardo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *