Pular para o conteúdo

Ambos podem ser considerados bons substitutos para o açúcar, pelo fato de que eles são naturais, além de boas opções para se incluir na dieta em caso de ser diabético. No momento em que for realizar a sua escolha pelo adoçante stevia ou xilitol, deve considerar alguns critérios para fazer o desempate.

Os adoçantes naturais estão ganhando espaço para substituir o açúcar em busca de uma série de alternativas que possam se mostrar saudáveis e com menos calorias. Aqui você irá encontrar uma análise corporativa e que está tratando de comentar sobre as principais características dos adoçantes stevia e xilitol.

Composição do xilitol x stevia

O Stevia é derivado da planta Stevia rebaudiana, como está classificado o seu nome científico. É uma planta nativa e que é facilmente encontrada na América do Sul, usada a um bom tempo para adoçar chás e até mesmo na composição de alguns medicamentos.

Apesar de ser obtido diretamente da planta, o adoçante Stevia passa por uma série de processos até que chegue finalmente na prateleira. Apesar de que o Stevia é livre de calorias, esse adoçante acaba sendo muito doce que um açúcar comum, portanto, o seu uso deve ser moderado, sobretudo para os diabéticos.

Já por sua vez, o Xilitol é um álcool natural açucarado e que é utilizado em uma série de produtos básicos e comuns do nosso dia a dia, que inclui desde balas, gomas de mascar e cremes dentais.

Ele é encontrado em frutas e vegetais, atualmente o Xilitol pode ser extraído a partir das espigas de milho. Apresenta cerca de um terço das calorias que são encontradas no açúcar, porém não é tão adocicado.

Particularidades do Stevia

O Stevia se mostra como um ótimo adoçante para os diabéticos, pelo fato de que eles não possuem tanto açúcar, o que alivia os riscos de ter os temidos picos de açúcar no sangue.

Alguns estudos até apontam que o Stevia pode ter propriedades hipoglicêmicas, que ajuda os diabéticos do Tipo 2 a regular os seus níveis de glicose no sangue. Por conta desse provável efeito, é muito importante que se fique em estado de alerta pela combinação de Stevia e os medicamentos que ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue.

Se estiver na procura da Stevia refinada, ela pode ser facilmente encontrada em adoçantes e também na composição de alguns refrigerantes, doces e gomas de mascar. Em algumas ocasiões, a Stevia pode ser combinada com a Sucralose e algumas pessoas acham o sabor da Stevia sem nenhuma composição o tanto amargo.

Particularidades do Xilitol

O Xilitol também se mostra uma ótima opção de adoçante para quem for diabético e se mostra ideal para pessoas que estão em busca de perder peso. Ao contrário do que ocorre na Stevia, o Xilitol sim possui algumas calorias, mas que é relativamente baixo, com cerca de 2,4 calorias por cada grama.

Assim sendo, os riscos de se ter hipoglicemia pelo seu uso em relação aos pacientes que são diabéticos são bem menores em comparação ao Stevia. O Xilitol também é amigo do esmalte dos dentes e deixa você mais afastado das tão temidas e doloridas cáries.

Para encontrar, além do pó, o xilitol também está sendo produzido em chocolates, produtos de panificação, doces congelados, sobremesas e até em enxaguantes bucais. Existem alguns efeitos colaterais, e em algumas pessoas o xilitol pode fazer mal se ele for consumido em altas quantidades.

Em tempos onde se tenta economizar, os adoçantes naturais se mostram como uma ótima opção em uma dieta cetogênica.

A infertilidade primária é aquela que afeta casais que não conseguiram engravidar após um ano de relações sexuais desprotegidas e que não tiveram filhos anteriormente.

O importante diante de um casal com infertilidade primária é determinar a causa da esterilidade e se ela afeta um ou ambos os membros do casal. Nesse sentido, são muitos os fatores que podem favorecer a infertilidade

Infertilidade feminina

Existem diferentes situações que podem causar infertilidade em mulheres, causando problemas de ovulação, o óvulo fertilizado não aderindo ao endométrio ou um aborto espontâneo:

  • Síndrome antifosfolípide e outras doenças autoimunes.
  • Malformações congênitas do sistema reprodutor.
  • Alterações no equilíbrio hormonal.
  • Miomas ou pólipos no útero ou colo do útero.
  • Cancro do útero, ovário ou colo do útero.
  • Ter feito tratamento contra o câncer.
  • Obesidade.
  • Diabetes.
  • Distúrbios da coagulação.
  • Ovário policístico.
  • Endometriose.
  • Doença inflamatória pélvica.
  • Idade avançada.
  • Doenças sexualmente transmissíveis.
  • Alcoolismo o tabaquismo.
  • Doença da tireoide.

infertilidade masculina

No caso dos homens, a infertilidade pode dever-se à ausência de espermatozóides ou por serem produzidos em número insuficiente, por terem pouca mobilidade, por apresentarem defeitos morfológicos ou por os canais seminais estarem bloqueados e não poderem ser libertados. As causas desta ocorrência podem ser diferentes:

  • anomalias congênitas
  • Alterações na produção de hormônios.
  • Disfunção erétil.
  • Obesidade.
  • Alcoolismo o tabaquismo.
  • Ter feito tratamento contra o câncer.
  • Ter sido exposto a certos contaminantes ambientais.
  • Consumo de certos medicamentos.
  • Doenças sexualmente transmissíveis.
  • Exposição a temperaturas elevadas durante períodos prolongados.

Diagnóstico e tratamento

A existência de infertilidade primária implica que pelo menos um ano de relações sexuais contínuas e desprotegidas deve transcorrer sem que a gravidez tenha ocorrido. Este seria o momento em que o casal deveria ir a um especialista como a hi saúde da mulher e passar por um estudo de fertilidade com o qual se pode determinar se é um ou ambos os membros que apresentam infertilidade, bem como as causas da mesma.

Dependendo dos resultados, o tratamento vai depender de quem é acusado. Às vezes será suficiente tratar a condição ou doença que causa a situação de infertilidade, em outras será suficiente com aconselhamento e educação sobre sexualidade, e em outras será necessário recorrer a técnicas de reprodução assistida.

Há que ter em conta que um em cada cinco casais diagnosticados com infertilidade primária consegue engravidar sem qualquer tipo de tratamento e mais de metade sem necessidade de recorrer à reprodução assistida.

 

Você tem que ser forte. Você tem que ser eficiente. Você tem que saber cuidar do seu próprio arco quando acerta seu oponente. 

Leve em conta quando a Bombonera te incentiva e te leva adiante. Bem plantado esperando o rival que pode vir e sempre quer vencer o Boca. Alguns jogadores são reconhecidos por marcar muitos gols, os que apresentaremos abaixo são os melhores para evitá-los

zagueiro

O Boca teve muitos zagueiros que entraram para a história por sua grande atuação e conquistaram os torcedores azuis e amarelos. Nesta nota, analisamos cinco dos melhores que passaram pelo clube.

Silvio Marzolini

Lateral esquerdo bem, com boa técnica e competitivo tanto na defesa quanto no ataque. Ídolo total do Boca ao jogar doze anos com a camisa azul e dourada, na qual conquistou seis títulos. Ele é o terceiro jogador com mais aparições no Boca. Juntamente com Roberto Mouzo, detém o recorde de mais participações no Superclásico, com 29 participações. Ele jogou as Copas do Mundo de 1962 e 1966 pela Seleção Argentina.

Roberto Mouzo

Nascido em 1953. O grande símbolo do Boca nos anos 70. O zagueiro emergiu dos inferiores, jogou treze anos com a camisa do xeneize. Tem o recorde de presenças máximas com o azul e o dourado, com 426 jogos. Foi um dos grandes símbolos do time Toto Lorenzo que conquistou a Copa Libertadores em 1977 e 1978.

Ele fez sua estréia no Boca Juniors jogando como o primeiro marcador, surgindo como sucessor de Meléndez. Foi apenas em 1975 que estreou como segundo zagueiro central. Foi a peça fundamental para a equipe, que na época era dirigida por Juan Carlos Lorenzo. No campeonato de 1981 foi escolhido por Maradona como a verdadeira figura daquele time. Em 11 de dezembro de 1983, ele superou Silvio Marzolini no Boca, e desde então continua com aquela marca praticamente impossível de 426 jogos.

Em 1990 voltou ao Boca para trabalhar na divisão inferior e foi treinador interino da primeira divisão junto com Francisco Sá.

Vicente Alberto Pérnia

Lateral direito com muito branding e jogo ofensivo. muito difícil Vencedora. Com muita personalidade. Ele jogou pelo Boca de 1973 a 1982, onde ganhou tudo. Vicente, "El Tano" nascido em 25 de abril de 1949 em Tandil, era um ídolo do Boca e um personagem especial para o meio futebolístico. Amante do automobilismo e do futebol, teve seu momento de glória no Boca vencido ao lado de Toto Lorenzo e quando se aposentou após uma breve passagem em Vélez, dedicou-se totalmente aos carros de corrida com sua família.

Pernía começou sua carreira no futebol no Estudiantes LP em 1969. Depois, quatro temporadas depois, mudou-se para o Boca, o maior e mais popular time da Argentina. Lá, obteve vários títulos sob a direção técnica de Lorenzo. Em 1982, mudou-se para o Vélez e pouco depois se aposentou.

Seu filho mais novo, Mariano Pernía, também é jogador de futebol e representou a Espanha na Copa do Mundo de 2006 disputada na Alemanha, enquanto seu filho é piloto de carros de velocidade, destacando-se no Turismo Rodoviário.
Após sua aposentadoria, Pernía começou uma segunda carreira como motorista. Venceu algumas corridas e em 1997 foi vice-campeão na categoria Turismo Carretera.

Jorge Hernán Bermúdez

O patrão. Símbolo e capitão do Boca de Bianchi que ganhou tudo. Ele não durou muito (1997-2001), embora tenha sido o suficiente para entrar no coração de todos. Ele marcou um dos pênaltis mais importantes, quando definiu a série contra o Palmeiras, na Copa Libertadores de 2000.

Confira também, alguns modelos de camisas do flamengo em promoção

Natural de Quindío, na Colômbia, teve grandes atuações no América de Cali. Teve de emigrar para o Benfica para depois parar na Bombonera. Companheiro inseparável do goleiro Óscar Córdoba, ele começou com algumas dúvidas no fundo xeneize que foram corrigidas por grandes atuações na defesa que o levaram a ser capitão em várias ocasiões. Disputou 165 jogos com a camisa azul e dourada, sagrando-se campeão de duas Copas Libertadores e da glória máxima: Campeão Intercontinental contra o Real Madrid. Em todas as ocasiões ele usava orgulhosamente a fita de capitão. O "Patrón" era um jogador de temperamento forte e atualmente faz parte do Conselho de Futebol do Boca junto com seu amigo Juan Román Riquelme.

Rolando Carlos Schiavi

Zagueiro que não tinha uma técnica vasta, mas sempre foi forte na marcação e ajudava seus companheiros com ordem e voz de comando.

Ele chegou ao Boca a pedido de Carlos Bianchi, após a saída de Jorge Bermúdez, e foi escolhido para rearmar a defesa. Foi difícil para ele se afirmar no início, mas depois, com o "maestro" Tabárez como treinador, soube conquistar seu lugar dentro e fora do campo de jogo, pois rapidamente conquistou o carinho do público. Sólido no jogo aéreo, foi figura nos títulos que conquistou, entre eles, Apertura 2003, Copa Libertadores 2003, Copa Intercontinental 2003, Copa Sul-Americana 2004, Apertura 2005 e Copa Sul-Americana 2005, mostrando sua personalidade e dedicação.

No primeiro semestre de 2011, ele rescindiu seu contrato com Newells e ingressou no Boca como agente livre aos 38 anos. Tente ajudar uma equipe que estava indo mal e com desempenhos defensivos ruins. Sua chegada foi muito criticada, pois seu desempenho em altas competições era questionado considerando sua idade, porém com excelentes atuações, ele não só alcançou desempenho excepcional ao longo das partidas, como também se tornou um líder e padrão indiscutível.

A Organização Mundial da Saúde reconhece a disfunção erétil como um problema de saúde com o mesmo grau de incapacidade que a artrite reumatoide ou a angina de peito.

É definida como o distúrbio caracterizado pela incapacidade de alcançar e manter uma ereção suficiente para permitir uma relação sexual satisfatória e é, após a ejaculação precoce, a alteração mais comum da disfunção sexual em homens. O uso do termo “disfunção erétil” tem sido recomendado ao invés de “impotência”, porque define o problema com mais precisão e tem menos conotações sociais.

Por que a disfunção erétil ocorre e quem ela afeta?

Na maioria dos casos tem origem orgânica, que comumente se deve a doenças vasculares que diminuem o fluxo sanguíneo peniano, mas também pode ser resultado de fatores psicológicos, neurológicos, hormonais, alterações cavernosas, a combinação destes e até fatores de risco. modelo.

A disfunção erétil psicogênica é mais comum do que se acredita atualmente e pode aumentar no futuro, especialmente em homens jovens. A causa mais frequente é a ansiedade de desempenho ligada a diferentes circunstâncias. Outras causas são dadas por má educação sexual, experiências sexuais traumáticas na infância, conflitos no relacionamento, situações estressantes de qualquer natureza ou transtornos psiquiátricos como depressão, entre muitos outros.

Fatores de risco para disfunção erétil

Entre os fatores de risco mais comuns estão idade, diabetes mellitus, hiperlipidemia, doença vascular e hipertensão, além daqueles associados a estilos de vida como tabagismo, sedentarismo ou estresse:

  • Diabetes. O diabetes causa em 50% dos casos uma alteração na ereção após dez anos de evolução. A causa é multifatorial, com clara predominância de lesões arteriais e neurológicas.
  • Dislipidemia. O papel das alterações do metabolismo lipídico, em termos de participação na natureza orgânica da disfunção erétil, é importante, embora menos significativo que a ação do tabaco e do diabetes.
  • Hipertensão arterial. A própria hipertensão pode causar diminuição na produção de neurotransmissores para a ereção e o tratamento da hipertensão pode causar alterações no ciclo erétil. Os anti-hipertensivos representam a principal causa de impotência medicamentosa e podem causar impotência porque diminuem a pressão de perfusão no nível arterial cavernoso hipogástrico.
  • Tabaco. Atualmente pode-se afirmar que os fumantes apresentam disfunção erétil com maior frequência do que os não fumantes, sendo que os primeiros apresentam alteração orgânica das ereções; lesando precocemente suas artérias sexuais, principalmente se houver um fator de risco arterial associado. A ação vasoconstritora da nicotina provoca uma diminuição da pressão nas artérias sexuais. A cessação do tabagismo é essencial na terapia da disfunção erétil.
  • Álcool. Apesar de não ser considerado fator de risco arterial, o álcool exerce influência deletéria não apenas no estado vascular do indivíduo, mas também como potencial contribuinte para distúrbios sexuais. A ingestão aguda de álcool pode causar disfunção erétil, sendo em muitos casos responsável pelo início de um ciclo vicioso de falha-ansiedade-falha.

Tratamento da disfunção erétil

O manejo diagnóstico e terapêutico do paciente com disfunção erétil deve ser individualizado e realizado por um médico, levando em consideração as expectativas do paciente. Recomenda-se a realização de uma avaliação básica (história clínica completa, exame físico, determinações analíticas recomendadas, etc.). Se forem descobertas doenças não diagnosticadas anteriormente (diabetes, arteriosclerose, etc.), elas devem ser tratadas e os fatores de risco modificáveis ​​devem ser corrigidos.

Existem inúmeras opções terapêuticas para o tratamento da disfunção erétil. Atualmente, o tratamento de primeira linha são os medicamentos de administração oral, dentre os quais existem alguns que proporcionam seletividade superior a outros. No entanto, apesar da existência de medicamentos comercializados para tratar esse distúrbio (DE), apenas cerca de 10% dos homens com problemas de ereção procuram ativamente o tratamento.

A duração do efeito e a interação ou não da droga com alimentos e/ou álcool são fatores não médicos altamente valorizados pelos pacientes ao selecionar um tratamento para a DE. Com a crescente disponibilidade de tratamentos altamente eficazes para a DE, é cada vez mais importante ter ferramentas e profissionais para avaliar a eficácia dos tratamentos de forma abrangente e de longo prazo.

Onde comprá-lo? O papel da farmácia na disfunção erétil

O tratamento prescrito por um médico para TA deve ser adquirido na farmácia comunitária, destacando a missão do farmacêutico na dispensação e o valor que traz em relação à segurança do medicamento.

O mercado de medicamentos para DE é justamente um dos mais importantes, tanto na Europa quanto na Ásia, em termos de falsificação de medicamentos. A disseminação da falsificação é auxiliada pelo crescente número de possibilidades on-line que permitem o acesso a medicamentos prescritos sem a necessidade de ir a um médico.

Nesse ponto, vale destacar a atuação dos farmacêuticos comunitários na dispensação de medicamentos, bem como no acompanhamento de patologias e agravos à saúde. A organização de cuidados de saúde para a dispensa de medicamentos, apoiada pela supervisão e aconselhamento farmacêutico, permite a resolução de incidentes e dúvidas em determinados casos e o encaminhamento para o médico correspondente nos casos considerados adequados. Ao mesmo tempo, permite que sejam realizadas ações de farmacovigilância para avaliar o comportamento do medicamento na população, sua eficácia e eficácia, bem como os efeitos colaterais que podem advir de seu uso a longo prazo.

Por este motivo, a aquisição do medicamento na farmácia comunitária acrescenta uma garantia ao tratamento como o remédio tadalafil. Às vezes, é precisamente a farmácia que é o primeiro lugar a procurar aconselhamento para interpretar as manifestações de um problema como a disfunção erétil. O farmacêutico, como profissional de saúde, pode orientar o paciente quanto aos sintomas, auxiliando-o na interpretação da situação e orientando-o a encaminhá-lo ao médico, se for o caso. Caso o paciente necessite da prescrição médica de um tratamento, o farmacêutico pode oferecer a ele o acompanhamento da eficácia e evolução de sua eficácia.

Somos um blog de cunha informativa, para mais informações procure um especialista na área.

 

Apesar de comum, muitas pessoas não entendem como funcionam os planos odontológicos. Isso porque, geralmente, eles se concentram apenas no restante do corpo e esquecem da saúde bucal.

Dessa forma, é importante ressaltar que a atenção à saúde bucal é um diferencial importante na melhoria da qualidade de vida. Pessoas com menos visitas ao dentista são mais propensas a passar por procedimentos como extração e, até mesmo, complicações como a gengivite – o que pode afetar outros órgãos.

Portanto, ter um plano de seguro ajudará você a mantê-los e é mais barato do que o tratamento de acompanhamento em uma clínica particular.

Vale lembrar que muitas empresas oferecem plano odontologico para mei como benefício por entenderem a importância de tais serviços para seus funcionários.

Continue lendo e veja tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de convênio. Desde as vantagens, até as principais dúvidas sobre o contrato.

O que é um plano odontológico e como funciona?

Muitas pessoas acabam descobrindo a existência do plano odontológico apenas ao ler uma descrição de vaga e ver como benefício.

A partir disso, começam a pesquisar sobre “beneficios plano odontologico empresas”. Por isso, é importante saber que esse serviço é muito parecido com o plano de saúde que todos já conhecem.

Assim, com base nos serviços prestados pela corretora, os futuros beneficiários do convênio poderão analisar as opções alocadas pelo mercado e escolher as que mais se adequam ao seu perfil.

Além disso, os planos odontológicos costumam oferecer uma rede de serviços muito bem estabelecida.

Portanto, uma lista de profissionais e clínicas credenciadas deve ser usada como base para selecionar e agendar consultas e tratamentos.

Caso você já possua convênio médico, é possível inclusive que eles tenham uma versão odontológica.

Benefícios dos Planos Odontológicos

Assim como a contratação de um plano de saúde pode trazer muitos benefícios, a contratação de um plano dentario para mei pode ter um grande impacto na vida e na saúde bucal de uma pessoa.

Isso porque, com ele, são possíveis visitas regulares ao dentista, mesmo que seja apenas um check-up de rotina.

Uma ajuda e tanto, afinal, sabemos que esses tratamentos podem não ser acessíveis para boa parte da população, caso sejam feitos de forma particular.

Além disso, com um bom plano odontológico e visitas regulares ao dentista, as chances de doenças bucais incomodarem são bastante reduzidas, pois é possível fazer a manutenção, prevenção e tratamento de quaisquer doenças que surjam.

Resumindo, a economia para quem opta por um plano dental para empresa – ou para pessoa física, é enorme.

Uma vez que a pessoa tenha contratado um plano odontológico, ela percebe que os benefícios como sua saúde e qualidade de vida serão muito potencializados com esse serviço.

No geral, concluiu-se que as visitas ocasionais ao dentista por si só não são suficientes para garantir a saúde bucal.

É importante estar vinculado a um bom plano odontológico para conseguir ter uma rotina de cuidados mais acessível.

Além do mais, caso você tenha CNPJ, é possível pesquisar por plano odontologico para microempreendedor individual e aproveitar ainda mais vantagens.

O que considerar antes de aderir um plano odontológico?

Um dos fatores que devem ser investigados é a amplitude da rede de autenticação. Isso envolve todos os profissionais que o atendem durante todo o período do contrato.

É importante que esses dentistas estejam perto de você e sejam qualificados. Além disso, uma comparação de preços é essencial. Isso porque, com as múltiplas ofertas disponíveis no mercado, é preciso garantir o melhor investimento e obter a maior vantagem possível.

Quando um paciente procura um plano odontológico, é necessário estar atento aos seguintes detalhes:

  • Vantagens e diferenciais;
  • Disponibilização de informações;
  • Possibilidade de inclusão de dependentes;
  • Localização das redes credenciadas;
  • Tempo de carência dos procedimentos.

Analisando todos esses aspectos, é possível garantir a segurança de investimentos favoráveis ​​e a possibilidade de garantir uma saúde melhor, além de prevenir o aparecimento de doenças e economizar despesas médicas.

Perguntas frequentes sobre contratos odontológicos

Muitas pessoas que procuram um plano odontológico têm dúvidas, principalmente na hora de assinar um contrato.

Por isso, reunimos algumas das perguntas mais frequentes para ajudá-lo a responder a quaisquer perguntas que possa ter.

O que é uma carência?

A carência é o período durante o qual um usuário não pode usar os serviços de um plano, mesmo pagando uma mensalidade.

Normalmente, para consultas e exames, esse prazo é igual ou inferior a 30 dias. Para o tratamento endodôntico (tratamento de canal), pode levar até 120 dias.

Além disso, há seguro odontológico sem carência. Neste gênero, você pode desfrutar de tudo o que o plano cobre a partir da data de adesão.

Quais são os tipos de seguro odontológico disponíveis no mercado?

Existem vários tipos de planos para todas as necessidades: empresariais, infantil, familiar e pessoal.

Além desse detalhamento, cada uma dessas categorias pode ter mais de um tipo de plano, dependendo da empresa.

O que é uma rede credenciada?

A rede credenciada é como uma lista de profissionais aceitos para prestar serviços em nome de programas odontológicos.

Isso significa que — dependendo do plano odontológico escolhido — você pode encontrar profissionais em todos os estados do país para atendê-lo.

Preciso solicitar autorização para entrega?

Geralmente, para obter os serviços, o cliente simplesmente entra em contato com um dentista da rede credenciada.

Após a consulta inicial de diagnóstico, cabe ao profissional (ou consultório odontológico) solicitar a liberação dos procedimentos necessários.

No entanto, se forem procedimentos mais complexos como cirurgias ou colocação de aparelho dental, pode ser preciso pedir a autorização ao plano.

Quais procedimentos obrigatórios um plano odontológico deve cobrir?

De acordo com o Serviço Nacional de Saúde Suplementar (ANS), todos os tipos de planos odontológicos devem cobrir:

  • Consultas de rotina;
  • Limpeza;
  • Manutenção e prevenção;
  • Tratamento periodontal;
  • Tratamento endodôntico;
  • Extrações;
  • Pequenas cirurgias;
  • Biópsia.

Além disso, é possível verificar o site da ANS, o nome do procedimento que você deseja realizar e conferir se é obrigatório ou não. Dessa forma, sua saúde bucal estará garantida!

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

O verão de todos deve incluir algum tempo de inatividade, mas o tempo de inatividade não significa que você tire uma folga de uma dieta saudável ou de exercícios. Muitos de nós descobrimos que temos mais energia quando os dias ficam mais longos, o clima fica melhor e sabemos que temos algum tempo de inatividade, então o verão é quando realmente colocamos nossas mentes em forma e saudáveis.

Se o condicionamento físico do verão e o relaxamento do verão são seus dois principais objetivos nesta temporada, aqui estão alguns dispositivos que podem ajudá-lo a manter seu plano de condicionamento físico sem adicionar estresse ao seu dia. Confira mais sobre ioimbina para saber mais sobre conrrole de peso.

Dispositivos para ajuda-lo no dia-a-dia

Um relógio GPS mantém você motivado

Um rastreador de fitness rastreará seus passos, mas um relógio GPS simplesmente fornecerá os dados necessários para melhorar seu tempo de corrida, mapear suas rotas favoritas e rastrear todas as atividades, desde passeios de bicicleta até caminhadas. Ao contrário dos relógios de fitness que usam o GPS do seu smartphone, um relógio com GPS tem seu próprio GPS integrado.

Fique em forma com um instrutor de fitness no seu tablet

O treinamento em circuito é uma maneira de melhorar o condicionamento físico, e você não precisa gastar tempo extra no trânsito quente do verão para uma academia para fazê-lo.

Aumente sua energia com fones de ouvido

Os fones de ouvido são um dos melhores motivadores para manter a forma. Você pode aumentar seu nível de energia ouvindo música ou adicionando-as ao seu tablet para acompanhar um treino de treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) com um treinador online. Dependendo do estilo de fones de ouvido que você deseja, existem algumas opções diferentes de fones de ouvido sem fio.

Fique em forma enquanto se diverte

Existem algumas atividades de verão que dão um ótimo treino, mas não parecem um treino; eles são apenas divertidos. Paddleboards são uma maneira divertida de melhorar sua força. As pranchas de remo mais recentes são infláveis ​​e oferecem a plataforma perfeita para exercícios básicos, ioga ou simplesmente relaxar enquanto você desliza.

Você pode se surpreender ao ouvir isso, mas uma scooter é uma ótima maneira de melhorar seu equilíbrio e fazer exercícios aeróbicos. Você pode usar uma scooter para melhorar sua forma física e, se quiser usar uma scooter como meio de transporte, leve para casa uma scooter elétrica para navegar a velocidades de até 55 km/h.

Relaxe e aproveite seu tempo de inatividade neste verão

Não apenas é importante manter seu corpo saudável por meio de exercícios e dieta, mas você também deve passar o tempo de inatividade do verão concentrando-se em atividades que possam melhorar sua mente. Existem algumas coisas que você pode adicionar à sua casa ou espaço ao ar livre que permitirão que você relaxe e fique afiado.

TVs ao ar livre e projetores ao ar livre são uma maneira de garantir que você tenha ar fresco suficiente, e você pode ter amigos e familiares para uma noite de cinema. As TVs externas oferecem a mesma qualidade de imagem incrível que você pode encontrar nas novas TVs 4K, mas são resistentes às intempéries para que você possa instalá-las em seu quintal, em um pátio ou até em um barco.

A leitura é bem conhecida por promover uma mentalidade saudável e melhorar seu intelecto, e você pode ler quantos livros de verão quiser quando tiver um leitor de e- book ou tablet. Com a tecnologia antirreflexo, seu livro ficará claro e brilhante, mesmo sob luz forte.

Ou, se você quiser passar algum tempo de qualidade com a família, os jogos de tabuleiro e quebra-cabeças de verão são uma ótima maneira de se divertir em grupo. Você pode montar um jogo de tabuleiro ou um quebra-cabeça em seu pátio e voltar a ele sempre que quiser passar algum tempo relaxando.

Como você vai se manter saudável neste verão?

Este verão é o momento perfeito para se concentrar em sua saúde geral, e você pode se concentrar em ficar em forma sem adicionar estresse extra. O exercício não precisa ser tedioso quando você usa um relógio GPS para correr e andar de bicicleta, e você pode aumentar o fator diversão adicionando equipamentos ao ar livre, como pedalinhos, bicicletas e patinetes. Quando é hora de parar de se mover, você pode manter sua mente afiada com livros, jogos de tabuleiro e quebra-cabeças.

Para que uma empresa seja bem sucedida e se mantenha relevante no mercado a médio e longo prazo, é de extrema importância que se possa contar com um planejamento estratégico bem estruturado.

É nesse documento que ficam descritos todos os objetivos do negócio e as ações que deverão ser colocadas em prática para alcançá-los.

Se você ainda não tem um planejamento estratégico para a sua empresa e quer saber mais sobre esse assunto, fica tranquilo que este artigo vai te mostrar tudo o que você precisa saber.

Nas próximas linhas, vamos explicar o que é planejamento estratégico e por que é importante fazer.

Além disso, você confere também um passo a passo de como elaborar esse tipo de planejamento para o seu modelo de negócio:

  1. Entenda onde a sua empresa se encontra hoje;
  2. Estabeleça os objetivos estratégicos para a sua empresa;
  3. Defina como chegar onde você deseja;
  4. Acompanhe os resultados.

O que é planejamento estratégico?

O que é planejamento estratégico pode ser definido como um documento em que se estabelece todas as estratégias de negócio que deverão ser colocadas em prática com foco em alcançar os objetivos organizacionais.

É o planejamento estratégico que vai orientar as tomadas de decisão da gestão de negócios e servir como um um guia para os colaboradores no dia a dia das operações.

Além das metas e objetivos do negócio, o planejamento estratégico traz também informações sobre as responsabilidades de cada setor, o perfil de cliente com o qual a empresa quer fechar negócio, o orçamento disponível e o cronograma para implementação das ações estratégicas, 

O planejamento estratégico é pensado a médio e longo prazo, o que não dispensa a necessidade de realizar revisões anuais para efetuar os ajustes necessários e atualizar as estratégias.

Por que é importante fazer um bom planejamento estratégico?

O planejamento estratégico é importante para nortear a empresa na sua jornada rumo aos objetivos que ela considera serem mais relevantes.

Sem um plano bem estruturado, fica mais difícil definir e colocar em prática as ações necessárias para fazer a empresa crescer, ganhar competitividade e se manter financeiramente sustentável a longo prazo.

O planejamento estratégico é também uma ferramenta que ajuda a empresa a prever riscos e a se preparar melhor para assumi-los de forma calculada.

Os processos internos se tornam mais organizados e eficientes quando há um planejamento estratégico para orientar a atuação dos colaboradores.

Além disso, o planejamento estratégico contribui também para melhorar o engajamento das equipes de trabalho, pois todos passam a trabalhar com metas e objetivos em comum.

Passo a passo: como fazer um planejamento estratégico para o seu negócio

Para que a sua empresa possa se desenvolver e atingir seus objetivos, é fundamental que você saiba se organizar e traçar um plano coerente com a sua realidade.

Agora que já ficou claro o que é planejamento estratégico e por que ele é importante, confira abaixo um passo a passo simples e direto de como fazer esse tipo de planejamento para a sua empresa.

Passo 1 - Entenda onde a sua empresa se encontra hoje

O primeiro passo para um bom planejamento estratégico consiste em entender o momento e o cenário em que a sua empresa se encontra atualmente.

Antes de definir onde chegar, é necessário saber onde você está agora. Para isso, faça um diagnóstico da empresa, buscando entender suas atuais forças e fraquezas e identificar ameaças e oportunidades.

A Matriz SWOT é uma boa ferramenta para essa primeira etapa do planejamento estratégico.

Neste vídeo, você confere três ferramentas essenciais para quem deseja fazer um bom planejamento estratégico de seu negócio:

https://www.youtube.com/watch?v=AzulmBRFdsM 

Passo 2 - Estabeleça os objetivos estratégicos para a sua empresa

Depois de entender o atual momento da sua empresa, é hora de estabelecer onde você quer que ela chegue a médio e longo prazo.

Neste segundo passo, você deve definir os objetivos estratégicos que deverão nortear a atuação de todos os colaboradores.

Busque ser realista e estabeleça resultados possíveis de serem alcançados. Além disso, esses objetivos precisam ser relevantes, desafiadores e específicos.

É importante também para esta etapa do planejamento que você defina os indicadores para monitorar o desempenho das equipes em direção às metas e aos objetivos do negócio.

A partir do monitoramento das métricas, é possível identificar o que precisa ser corrigido no meio caminho para que os resultados desejados sejam atingidos. 

Passo 3 - Defina como chegar onde você deseja

Por fim, o último passo do planejamento estratégico trata das ações que deverão ser colocadas em prática para que os objetivos definidos na etapa anterior sejam alcançados.

Para isso, crie um plano de ação para definir responsabilidades, orçamentos e cronogramas. 

Estabeleça prioridades e coloque na frente as ações mais urgentes e importantes para o cumprimento das suas metas e objetivos.

Você sabe como criar um plano de ação? Neste vídeo, trazemos um passo a passo de como fazer isso, vale conferir:

https://www.youtube.com/watch?v=fXAs_09Lr-8&t 

Passo 4 - Acompanhe os resultados

Ao colocar seu plano de ação em prática, você deve acompanhar seu progresso por meio de KPIs, que são métricas quantitativas que medem o desempenho de seus processos.

Veja mais detalhes como ficar de olha na execução de seu planejamento estratégico, é só dar play e assistir a este vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=yezy0eouRF8  

Bom, agora que você já sabe mais sobre o que é planejamento estratégico e como elaborar um para o seu modelo de negócio, siga o passo a passo que trouxemos aqui e organize melhor as suas estratégias de negócio.

Lembre-se de que este deve ser um processo participativo. Então, não deixe de contar com o envolvimento dos seus colaboradores na elaboração do planejamento estratégico.

Este post foi escrito pela equipe da Siteware, uma empresa que une pessoas, operação e estratégia em um único software de gestão empresarial, para que as empresas melhorem seus resultados, sua comunicação e sua governança.

A terceirização de portaria é essencial para manter a segurança de condomínios residenciais, prédios comerciais, complexos industriais e fábricas. 

Ao terceirizar este serviço é possível contar com profissionais mais bem preparados e capacitados para lidar com o atendimento a fornecedores, clientes e demais visitantes.

Porém, com o aumento no número de empresas que oferecem serviços terceirizados desde a mudança na legislação trabalhista, é preciso tomar cuidado na hora da escolha do parceiro ideal. 

Assim, se você está interessado em contratar uma empresa de terceirização de portaria e gostaria de aprender mais sobre o assunto, continue a leitura deste artigo, que explicamos tudo o que você precisa saber!

O que é terceirização de portaria?

A terceirização de portaria oferece o serviço de controle rigoroso do acesso das pessoas a um determinado local, permitindo que quem mora ou trabalha ali tenha mais tranquilidade. 

Especificamente,  a empresa de terceirização de portaria é responsável por permitir a entrada de visitantes, funcionários e outros prestadores de serviço (em casos de obras e outros tipos de manutenção).

Dependendo do que está previsto no contrato, além do controle de acesso ao prédio, o profissional da empresa contratada pode ainda ser responsável pela vigilância e recebimento de materiais e equipamentos. 

Muitos síndicos e gestores optam pela terceirização de serviços de portaria pelos motivos que citamos a seguir. 

Vantagens da terceirização de serviços de portaria

São vantagens da terceirização de serviços de portaria:

Maior eficiência

Empresas especializadas no serviço de portaria geralmente contam com profissionais mais bem treinados e capacitados, garantindo uma maior eficiência deste serviço para sua empresa.

Mais segurança

Por contarem com porteiros mais qualificados e experientes, as empresas de terceirização oferecem uma equipe mais bem preparada em situações que envolvem a segurança do edifício.

Serviço ininterrupto

Faltas e demissões inesperadas do porteiro ou afastamentos de funcionários por motivos de doença não serão mais um problema, uma vez que a empresa contratada providencia a substituição rápida dos colaboradores, proporcionando um serviço sem interrupções.

Economia de recursos

Além de contar com equipe especializada e um serviço fluído, a terceirização do serviço fará com que não seja necessário que você arque com os custos relacionados à folha de pagamento, seleção de equipe, treinamentos de funcionários, uniformes, entre outras despesas para manter o quadro de funcionários. 

Isso significa uma economia de recursos para você, que precisará apenas pagar os valores previstos no contrato do serviço com a empresa terceirizada.

Serviço de portaria sem dor de cabeça

Outra vantagem da contratação de uma empresa terceirizada é que, por não precisar manter um quadro de funcionários, não é preciso se preocupar com riscos de processos trabalhistas.

Além disso, o gestor ou síndico não precisa se preocupar com a gestão de equipes, pois esse trabalho fica totalmente a cargo da empresa terceirizada.

Como funciona a terceirização de portaria?

Os serviços terceirizados de portaria funcionam com base em um contrato anual que irá prever os parâmetros necessários para atender a realidade da empresa contratante, seja ela um condomínio residencial ou prédio comercial. 

São parâmetros do serviço a serem considerados: o período(s) do dia que o(s) porteiro(s) atuará, quantos dias da semana e quantos porteiros trabalharão por período. 

Por exemplo, se a empresa contratante for um condomínio grande, com alta rotatividade de pessoas, uma modalidade de contrato pode ser nos seguintes parâmetros:

  • Portaria 24 horas, todos os dias da semana, com duas posições de porteiros juntos no período diurno e uma posição de porteiro no período noturno.

Em um escopo de trabalho mais enxuto, no caso de uma empresa contratante com menor rotatividade de entrada e saída de pessoas, como um prédio residencial, outra modalidade de contrato poderia ser:

  • Portaria 24 horas, todos os dias da semana, com apenas uma posição de porteiro no período diurno e noturno. 

Já um terceiro perfil de contrato mais em conta poderia não considerar o serviço de portaria terceirizada 24 horas, optando pelo porteiro em um período específico do dia:

  • Portaria noturna, todos os dias da semana, com uma posição de porteiro no período noturno. 

Quanto custa contratar uma empresa de terceirização de portaria?

Os valores podem variar de acordo com os parâmetros presentes no contrato. Para se ter uma estimativa, oHub realizou um levantamento com empresas de portaria terceirizada cadastradas na plataforma.

Este levantamento considerou os três perfis do serviço citados anteriormente para contratos anuais, conforme tabela abaixo:

Perfil Valor inferior Valor médio Valor superior
Portaria 24 horas
Todos os dias da semana
2 posições diurnas
1 posição noturna
R$ 11.415,00 R$ 17.535,00 R$ 23.940,00
Portaria 24 horas
Todos os dias da semana
1 posição diurna e noturna
R$ 6.975,00 R$ 13.900,00 R$ 16.000,00
Portaria noturna
Todos os dias da semana
1 posição noturna
R$ 4.200,00 R$ 7.000,00 R$ 9.000,00

Como escolher uma empresa de terceirização de portaria?

Na hora de fechar um contrato de terceirização de portaria, procure por uma empresa que tenha idoneidade no mercado, que não possuía certidões negativas nas áreas trabalhista e fiscal, que ofereça boas referências de clientes já atendidos e cujo pessoal esteja devidamente treinado para essa atividade. 

Nesse sentido, quando for escolher o fornecedor ideal de serviços terceirizados de portaria, é recomendável fazer o seguinte:

  • Realize uma pesquisa de mercado: considere empresas com boa reputação e boas referências que oferecem modalidades do serviço condizentes com as necessidades da sua empresa.

  • Selecione entre as melhores: a partir de uma pesquisa de mercado criteriosa, solicite orçamento às melhores empresas de terceirização de portaria. Incluem-se nesse grupo os fornecedores que oferecem as melhores condições de contratação do serviço.

  • Considere empresas idôneas: peça para a empresa escolhida apresentar a documentação necessária relativa à comprovação do recolhimento dos impostos e contribuições referentes aos empregados, demonstrando que pode prestar serviços sem qualquer entrave legal ou jurídico.

  • Busque por empresas com experiência: opte por fechar contrato com uma empresa que tenha mais anos de atuação no mercado. Fornecedores inexperientes podem acabar gerando problemas no futuro.

  • Verifique a capacitação dos profissionais: na hora de fechar com o fornecedor, verifique se os profissionais disponibilizados pela empresa são adequadamente treinados para desempenhar plenamente as funções necessárias.

Este artigo foi escrito pela oHub, plataforma que conecta empresas que estão precisando de um prestador de serviço com aquelas que buscam novos clientes.

A folha de pagamento, também conhecida como holerite, é uma das atribuições do departamento de Recursos Humanos que sua organização pode escolher terceirizar junto com outros como administração de benefícios, controle de ponto e recrutamento e seleção. 

A terceirização da folha de pagamento é um serviço financeiro que organiza, calcula e emite esses documentos para todos os funcionários da empresa, permitindo economizar um tempo importante da sua equipe que, por sua vez, pode focar em outros aspectos mais estratégicos no setor. 

De acordo com o tamanho da sua empresa, este é um trabalho que pode tomar boa parte do tempo do departamento pessoal, uma vez que cada colaborador contratado pelas regras da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) deve receber seu holerite mensalmente.

É neste documento que constam os valores a receber, descontos, acréscimos e outras informações sobre a remuneração do colaborador de uma empresa. Além disso, ele também é importante porque indica o recolhimento de valores por parte da empresa para pagamento de FGTS, INSS, vale-transporte, dentre outros descontos.

Cada um desses valores descontados tem uma porcentagem de referência, que incide sobre o valor bruto do salário. Esses impostos são obrigatórios e garantem ao funcionário seus direitos, seja em um processo de demissão ou de aposentadoria.

Por conta desses pormenores, processar a folha de pagamento é uma tarefa demorada – não apenas pelo trabalho em si, mas também porque se precisa garantir a conformidade com os requisitos fiscais e legislativos.

Dessa forma, há uma série de vantagens ao optar pela terceirização da folha de pagamento, como veremos a seguir.

Continue aprendendo sobre o assunto com esses conteúdos:

Vantagens da terceirização da folha de pagamento

Conforme  falamos, talvez a principal vantagem da terceirização deste serviço  é que sua equipe de RH fica liberada dessa tarefa e pode voltar seu tempo para o que realmente importa: os direcionadores estratégicos de negócios que fazem sua empresa e sua cultura crescerem. Nesse sentido, são benefícios:

Economia de tempo

O outsourcing de folha de pagamento  faz com que a equipe de RH economize tempo, uma vez que não precisará gastar horas a cada ciclo de pagamento no processamento da folha, uma tarefa administrativamente pesada.

Esse tempo que foi poupado pode ser melhor empregado pela equipe do Departamento de Pessoal em alcançar objetivos mais estratégicos, como aumentar o engajamento dos funcionários e, consequentemente, a produtividade e eficiência na sua empresa.

Redução de custos

A economia de tempo, nesse caso, também significa economia de dinheiro. Por exemplo, à medida que as empresas crescem, elas podem economizar dinheiro terceirizando o processamento da folha salarial em vez de gastá-lo na expansão de equipes internas de RH apenas para gerenciar uma quantidade de holerites crescente. 

Garantia do serviço sem interrupções

Algumas empresas operam sistemas que exigem que a equipe esteja no local para processar a folha de pagamento. 

Se algo inesperado acontecer, por exemplo: sua equipe responsável por isso não pode ir ao escritório para cumprir suas funções, ou um membro importante de sua equipe que aprova este documento se demitir, como seus funcionários serão pagos? 

A terceirização para um parceiro especializado garante a continuidade deste serviço para que seus funcionários sejam pagos em dia, sempre.

Flexibilidade

Outra vantagem da terceirização da folha de pagamento é que você ganha flexibilidade nos negócios, em casos de rápida mudança. 

Por exemplo, se sua empresa estiver em expansão e contratar mais funcionários de diversas áreas, é possível rapidamente dimensionar seus requisitos de serviço de holerite, em vez de ter que recrutar, integrar, treinar e reter funcionários internos adicionais. O contrário também se aplica. 

Acesso a um time de especialistas

O outsourcing deste serviço com um fornecedor de serviços profissional dá à sua empresa acesso a um conjunto de especialistas sem a despesa de retê-los ou treiná-los internamente.

Agora que você já conhece algumas das vantagens da terceirização da folha de pagamento, veremos em seguida uma estimativa de valores para se implementar o serviço. 

Quanto custa terceirizar a folha de pagamento?

De acordo com levantamento realizado pelo oHub com fornecedores dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Bahia, os preços para terceirização da folha de pagamento variam de acordo com a quantidade de holerites e de funcionários, conforme parâmetros abaixo:

Valores cobrados para 1 processamento de folha por mês

Valor total cobrado por mês:

Quantidade de funcionários Valores menores
(Quartil inferior)
Valores médios (Mediana) Valores maiores
(Quartil superior)
5 funcionários R$ 250,00 R$325,00 R$ 479,00
10 funcionários R$ 375,00 R$ 550,00 R$ 775,00
20 funcionários R$ 700,00 R$ 900,00 R$ 1.159,00
50 funcionários R$ 1.500,00 R$ 1.625,00 R$ 2.500,00
100 funcionários R$ 2.500,00 R$ 3.000,00 R$ 3.700,00
200 funcionários R$ 4.625,00 R$ 5.500,00 R$ 7.150,00

Valores equivalentes por funcionário por mês:

Quantidade de
funcionários
Valores menores
(Quartil inferior)
Valores médios
(Mediana)
Valores maiores
(Quartil superior)
5 funcionários R$ 50,00 R$65,00 R$ 96,00
10 funcionários R$ 37,50 R$ 55,00 R$ 77,50
20 funcionários R$ 35,00 R$ 45,00 R$ 58,00
50 funcionários R$30,00 R$ 32,50 R$ 50,00
100 funcionários R$ 25,00 R$ 30,00 R$ 37,00
200 funcionários R$ 23,00 R$ 27,50 R$ 36,00

Valores cobrados para 2 processamentos de folha por mês

Quando as empresas têm mais de um processamento mensal, os valores pagos são cerca de 11% mais caros.

Quantidade de funcionários Valores menores
(Quartil inferior)
Valores médios
(Mediana)
Valores maiores
(Quartil superior)
50 funcionários R$ 1.500,00 R$ 1.875,00 R$ 3.000,00
100 funcionários R$ 2.712,50 R$ 3.500,00 R$ 5.097,00
200 funcionários R$ 5.000,00 R$ 6.000,00 R$ 8.850,00

Valor equivalente por funcionário por mês:

Quantidade de funcionários Valores menores
(Quartil inferior)
Valores médios
(Mediana)
Valores maiores
(Quartil superior)
50 funcionários R$30,00 R$ 37,50 R$ 60,00
100 funcionários R$ 27,00 R$ 35,00 R$ 51,00
200 funcionários R$ 25,00 R$ 30,00 R$ 44,00

 

Se você está considerando contratar esse serviço, é importante poder contar sempre com as melhores empresas de terceirização da folha de pagamento

Este artigo foi escrito pela oHub, plataforma que conecta empresas que estão precisando de um prestador de serviço com aquelas que buscam novos clientes.

O termo drogas compostas é usado em outros países, como os Estados Unidos. Aqui, o chamado medicamento composto pode ser usado quando um medicamento aprovado pela FDA não é adequado às necessidades de um paciente (alergias, doses personalizadas, métodos de administração...). Em outras palavras, os medicamentos compostos podem ser semelhantes às fórmulas mestras e preparações oficinais que são feitas e dispensadas em uma farmacia de manipulação.

Farmácia de Medicamentos Compostos

Uma das funções do farmacêutico é a dispensação de fórmulas mestras e preparações oficinais aos pacientes que necessitam desse tipo de preparo. A dispensação deste tipo de medicamento é obrigatória para qualquer farmácia.

Mas a elaboração do mesmo pode ser realizada pela mesma farmácia em que é dispensado. Ou pode recair em outra farmácia com a qual tenhamos um contrato de formulação de terceiros.

No caso de farmácias que não fabricam esse tipo de produto na própria farmácia, deve se cadastrar a farmácia que preparou a fórmula mestre ou preparação oficial (denominada farmácia fabricante). Mas também aquele que realizou a dispensação (farmácia dispensadora).

É necessário ter uma farmácia com laboratório?

É requisito obrigatório que todos os escritórios de farmácia (formuladores ou não) tenham um laboratório. Este terá pelo menos uma entrada de água e dependendo do tipo de fórmulas que são feitas nele (soluções, preparações estéreis...)  também deve atender a certos requisitos .

Para poder elaborar fórmulas magistrais e preparações oficinais é necessário cumprir as regras de correta elaboração e controlo de fórmulas magistrais e preparações oficinais (RD 175/2001 de 23 de Fevereiro) e obter a Certificação Sanitária.

Também é necessário, ao preparar fórmulas magistrais e preparativos oficiais, completar a documentação necessária, que podemos diferenciar em:

  • Documentação geral: Procedimentos padrão para limpeza de área e material, manutenção PNT e calibração de material e equipamentos. Além das atribuições do pessoal que participa da elaboração.
  • Documentação relativa às matérias-primas: ficha de registo, ficha de especificações e ficha de controlo de qualidade. Esta documentação fornece informações sobre os produtos químicos da indústria farmacêutica necessários para a preparação de fórmulas de composição. E também de preparações oficiais
  • Documentação relacionada ao registro de material de embalagem.
  • Procedimento padronizado de fabricação e controle
  • Guia de preparação, controle e registro.

No momento da venda, devemos lembrar que as fórmulas magistrais serão dispensadas exclusivamente se tivermos uma receita médica oficial devidamente preenchida . Para isso, será necessário registrar os dados do mesmo no livro de receitas. E devemos manter a receita na farmácia por até um ano após o vencimento da fórmula.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.