Pular para o conteúdo

Se você deseja revitalizar seu relacionamento, saiba que esse é um ótimo conselho para comer afrodisíacos. Eles contêm várias substâncias que estimulam todos os sentidos humanos e também causam várias reações corporais que aumentam a libido.

Existem vários produtos de gênero que prometem aumentar o desejo sexual e o desempenho durante os relacionamentos. No entanto, é preciso estar ciente do que realmente traz resultados. Além disso, também devemos estar relacionados à quantidade consumida, bem como ao consumo de combustível.

Para o efeito desejado, produtos afrodisíacos, que devem estimular a liberação de serotonina. Ela é um neurotransmissor que afeta diretamente não apenas o humor de uma pessoa, mas também vários outros fatores: sono, apetite, funções intelectuais, temperatura corporal, etc.

Por isso, é muito importante que estimule a produção desse hormônio, para que a pessoa se sinta acordada e desfrute mais facilmente. Sua ausência leva uma pessoa a entrar em um estado de mau humor, constante, bem, quão difícil é dormir, alimentar e inibir a atividade sexual.

Benefícios dos alimentos afrodisíacos

alimentos afrodisiacos

Estes alimentos afrodisíacos são usados ​​por pessoas que desejam aumentar a libido. Isso ocorre porque eles podem ser usados ​​em vários pratos e também podem ser consumidos de várias maneiras. Veja:

  • Pimenta doce ou vermelho: um dos produtos dos afrodisíacos é mais consumido e usado pelos povos antigos há séculos para ser rico em capsiacina, alcaloide poderoso. Presente em uma variedade de pratos exóticos, é considerado um excelente estimulante.
  • Canela: Conhecida cientificamente como Cinnamomum, pode ser encontrada em quadros e pós. Usado na preparação de doces, carne e kerris. Aumenta os níveis de testosterona nos homens e estimula a lubrificação nas mulheres.
  • Alecrim: Esta erva é um poderoso estimulante sexual e uma ferramenta eficaz na luta contra a impotência. Pode ser usado como em receitas, por exemplo, na forma de chá.
  • Noz-moscada: além de ser um excelente estimulante, aumentando o apetite e o desejo sexual, é amplamente utilizado pelas mulheres para aumentar a fertilidade. Consumir chá em excesso pode causar efeitos de alucinógenos.
    Açafrão: Ajuda a reduzir o estresse e melhorar o humor. É considerado muito delicado na gastronomia mundial, que, por seu sabor forte e amargo, deve ser utilizado com cautela, evitando desnecessários.
  • Manjericão: especiarias que começaram a ser usadas como alimento afrodisíaco devido à cultura vodu no Haiti. Além de estimular o desejo sexual, também é usado para aumentar a fertilidade das mulheres.
  • Estas são apenas algumas das especiarias e ervas que um afrodisíaco são consideradas excelentes estimulantes sexuais e aumentam a libido.

No entanto, é preciso ter em mente que cada organismo funciona dessa maneira. Em breve, alguns alimentos podem ter melhores efeitos que outros.

Os alimentos afrodisíacos são excelentes opções para quem deseja melhorar a vida sexual, bem como aumentar a libido.

Além de serem mais acessíveis, possuem efeitos colaterais menores, isso quando causam alguma reação adversa, o que é raro. Por isso, são extremamente populares e consumidos. Se você quiser ter essas propriedades afrodisíacas em um suplemento para melhor consumo, utilize um viagra natural com essas propriedades em https://premiograndesmulheres.com.br/viagra-feminino/

Um problema comum entre os homens também é a ejaculação precoce, porem atualmente há tratamentos que podem chegar até a cura desse problema. Veja o vídeo:

Uma das frases mais clichê que existe no mundo da nutrição é “leia os rótulos”, mas essa frase não é praticada ou por algum motivo ela não recebe toda a atenção que deveria receber; e muita gente presta atenção apenas nas calorias. ...continuar lendo "Aprenda a entender os rótulos dos alimentos da forma correta"

A chave para uma dieta saudável é comer a quantidade certa de calorias pelo quão ativo você é, assim você equilibra a energia que consome com a energia que você usa.

Se você come ou bebe mais do que seu corpo precisa, você engordará porque a energia que você não usa é armazenada como gordura. Se você comer e beber muito pouco, perderá peso.

Você também deve ingerir uma grande variedade de alimentos para ter certeza de estar recebendo uma dieta balanceada e seu corpo está recebendo todos os nutrientes de que precisa.

É recomendado que os homens tenham cerca de 2.500 calorias por dia. As mulheres devem ter cerca de 2.000 calorias por dia. A maioria dos adultos estão comendo mais calorias do que o necessário e deve ingerir menos calorias.

1. Baseie suas refeições em carboidratos ricos em amido

Os carboidratos ricos em amido devem constituir pouco mais de um terço dos alimentos que você ingere. Eles incluem batatas, pão, arroz, macarrão e cereais.

Escolha variedades de fibra ou integrais mais altas, como massas integrais, arroz integral ou batatas com suas peles.

Eles contêm mais fibras do que carboidratos ricos em amido ou refinados brancos e podem ajudá-lo a se sentir satisfeito por mais tempo.

Tente incluir pelo menos 1 alimentos ricos em amido em cada refeição principal. Algumas pessoas acham que os alimentos ricos em amido são engordantes, mas gramas de gramas de carboidratos contêm menos da metade das calorias de gordura.

Fique de olho nas gorduras que você adiciona quando está cozinhando ou servindo esses tipos de alimentos, porque é isso que aumenta o conteúdo de calorias - por exemplo, óleo em salgadinhos, manteiga no pão e molhos cremosos em massa.

2. Coma muita fruta e vegetais

É recomendável que você coma pelo menos 5 porções de uma variedade de frutas e vegetais todos os dias. Podem ser frescos, congelados, enlatados, secos ou espremidos.

Uma porção de frutas e legumes frescos, enlatados ou congelados é 80g. Uma porção de fruta seca (que deve ser mantida para as refeições) é de 30g.

Um copo de 150ml de suco de fruta, suco de vegetais ou smoothie também conta como 1 porção, mas limita a quantidade que você tem para não mais que 1 copo por dia, pois essas bebidas são açucaradas e podem danificar os dentes.

3. Coma mais peixe, incluindo uma porção de peixe oleoso

O peixe é uma boa fonte de proteína e contém muitas vitaminas e minerais. Apontar para comer pelo menos 2 porções de peixe por semana, incluindo pelo menos 1 porção de peixe oleoso.

Peixes oleosos são ricos em gorduras ômega-3, o que pode ajudar a prevenir doenças cardíacas. 

Peixes oleosos incluem:

  • salmão
  • sardinhas
  • sardinha
  • cavalinha

Peixes não oleosos incluem:

  • bacalhau
  • atum
  • pescada

Você pode escolher entre fresco, congelado e enlatado, mas lembre-se que o peixe enlatado e defumado pode ter alto teor de sal.

A maioria das pessoas deve comer mais peixe, mas existem limites recomendados para alguns tipos de peixe.

4. Reduzir a gordura saturada e o açúcar

Gordura saturada

Você precisa de um pouco de gordura em sua dieta, mas é importante prestar atenção à quantidade e ao tipo de gordura que você está comendo.

Existem dois tipos principais de gordura: saturada e insaturada. Demasiada gordura saturada pode aumentar a quantidade de colesterol no sangue, o que aumenta o risco de desenvolver doenças cardíacas.

Em média, os homens não devem ter mais que 30g de gordura saturada por dia. Em média, as mulheres não devem ter mais de 20g de gordura saturada por dia.

As crianças com menos de 11 anos devem ter menos gordura saturada do que os adultos, mas uma dieta com baixo teor de gordura não é adequada para crianças com menos de 5 anos.

A gordura saturada é encontrada em muitos alimentos, como:

  • cortes gordurosos de carne
  • salsichas
  • manteiga
  • queijo duro
  • creme
  • bolos
  • biscoitos
  • banha
  • tortas

Tente reduzir sua ingestão de gordura saturada e escolha alimentos que contenham gorduras insaturadas, como óleos e cremes vegetais, peixes oleosos e abacates.

Para uma escolha mais saudável, use uma pequena quantidade de óleo vegetal ou de azeite, ou de gordura reduzida ao invés de manteiga, banha ou ghee.

Quando você está com carne, escolha cortes magros e corte qualquer gordura visível.

Todos os tipos de gordura são ricos em energia, por isso só devem ser consumidos em pequenas quantidades.

Açúcar

O consumo regular de alimentos e bebidas ricos em açúcar  aumenta o risco de obesidade e cárie dentária .

Alimentos e bebidas açucarados são muitas vezes ricos em energia e, se consumidos com muita frequência, podem contribuir para o ganho de peso. Eles também podem causar cárie dentária, especialmente se consumidos entre as refeições.

Açúcares livres são quaisquer açúcares adicionados a alimentos ou bebidas, ou encontrados naturalmente em mel, xaropes e sucos e smoothies de frutas sem açúcar.

Este é o tipo de açúcar que você deve cortar, em vez do açúcar encontrado na fruta e no leite.

Muitos alimentos e bebidas embalados contém quantidades surpreendentemente altas de açúcares livres.

Açúcares livres são encontrados em muitos alimentos, como:

  • bebidas com gás açucarado
  • cereais matinais açucarados
  • bolos
  • biscoitos
  • doces e pudins
  • doces e chocolate
  • bebidas alcoólicas

Os rótulos dos alimentos podem ajudar. Use-os para verificar a quantidade de açúcar contido nos alimentos.

Mais de 22,5g de açúcares totais por 100g significa que o alimento é rico em açúcar, enquanto 5g de açúcares totais ou menos por 100g significa que o alimento é pobre em açúcar.

5. Coma menos sal: não mais que 6g por dia para adultos

Comer muito sal pode elevar sua pressão arterial. Pessoas com pressão alta são mais propensas a desenvolver doenças cardíacas ou ter um derrame.

Mesmo se você não adicionar sal à sua comida, você ainda pode estar comendo demais.

Cerca de três quartos do sal que você come já está na comida quando você o compra, como cereais matinais, sopas, pães e molhos.

Use rótulos de alimentos para ajudá-lo a reduzir. Mais de 1,5g de sal por 100g significa que o alimento é rico em sal.

Adultos e crianças com mais de 11 anos não devem comer mais do que 6g de sal (cerca de uma colher de chá) por dia. As crianças mais novas devem ter ainda menos.

6. Seja ativo e tenha um peso saudável

Além de comer de forma saudável, o exercício regular pode ajudar a reduzir o risco de contrair doenças graves. Também é importante para sua saúde e bem-estar geral. 

Estar acima do peso ou obeso pode levar a condições de saúde, como diabetes tipo 2, certos tipos de câncer, doenças cardíacas e derrames. Estar abaixo do peso também pode afetar sua saúde.

A maioria dos adultos precisa perder peso comendo menos calorias.

Se você está tentando perder peso, almeja comer menos e ser mais ativo. Comer uma dieta saudável e equilibrada pode ajudá-lo a manter um peso saudável e para eliminar os riscos de acidentes.

Verifique se você é um peso saudável usando a calculadora de peso saudável do IMC .

7. Não fique com sede

Você precisa beber muitos líquidos para impedir que você fique desidratado. O governo recomenda beber 6 a 8 copos todos os dias. Isto é, além do fluido que você recebe da comida que você come. 

Todas as bebidas não alcoólicas contam, mas a água, o leite com baixo teor de gordura e as bebidas com baixo teor de açúcar, incluindo chá e café, são escolhas mais saudáveis. 

Tente evitar bebidas suaves e efervescentes, pois elas são ricas em calorias. Eles também são ruins para seus dentes. 

Mesmo suco de frutas sem açúcar e smoothies são ricos em açúcar livre.

Seu total combinado de bebidas de suco de frutas, suco de vegetais e smoothies não deve ser superior a 150ml por dia, que é um copo pequeno.

Lembre-se de beber mais líquidos durante o tempo quente ou durante o exercício.

8. Não pule o café da manhã

Algumas pessoas pulam o café da manhã porque acham que isso vai ajudá-las a perder peso.

Mas um café da manhã saudável, rico em fibras e pobre em gordura, açúcar e sal, pode fazer parte de uma dieta balanceada e pode ajudá-lo a obter os nutrientes necessários para uma boa saúde.

Um cereal integral de baixo teor de açúcar com leite semi-desnatado e frutas cortadas em cima é um saboroso e saudável café da manhã.

O amido de milho é um ótimo produto para cuidar dos seus cabelos e mantê-los saudáveis por mais tempo. Ele é tradicionalmente utilizado na culinária brasileira para fazer um mingau ou dar seqüência em receitas caseiras, como massas em geral.

Amido de milho já é usado, há muito para cuidar dos cabelos, já que ele pode trazer inúmeros benefícios em relação a beleza e a força das nossas madeixas. Desde então, a avó, e mais precisamente nos anos 40 a 60, as mulheres já usaram o amido de milho, para alisar e dar brilho aos fios. Era a chamada “touca de gesso”, onde os resultados foram impressionantes, pode acreditar!

Mas, afinal, será que o amido de milho no cabelo funciona mesmo? Como usar? Se você ficou curioso, leia o artigo até o fim e saiba mais sobre o uso do amido de milho, para cachos e como usá-lo, para dar efeitos prometidos.

Vamos lá?!

As vantagens de amido de milho (maizena) para o cabelo

Como já dissemos anteriormente, o amido de milho pode trazer uma série de benefícios para o cabelo, com a condição de hidratação profunda, para dar a beleza e a força do cabelo antes de alisamento natural, liberando muitas mulheres o uso de químicos ou alisar o cabelo.

Confira abaixo as principais vantagens de se usar amido de milho para o cabelo:

Hidrata o fio

O amido de milho é um excelente aliado quando se trata de hidratação do cabelo loiro. Mas se usada sozinha no cabelo ela não hidrata os fios. A dica é usar misturado a uma máscara de hidratação que você já usa para hidratar as madeixas. Por causa disso seus cabelos vão brilhar mais e ficar mais hidratados.

Tira a oleosidade do cabelo

Os especialistas indicam que o amido de milho é um importante potencializador para retirar a oleosidade dos fios. Você pode usá-lo nos casos em que não houve tempo para lavar o cabelo corretamente ou, até mesmo, como um xampu seco. É isso mesmo!

Só aplicar o amido de milho em pó sobre as raízes do cabelo e da distribuição, e também. Logo em seguida, você vai notar que o amido de milho absorva todo o óleo dos fios, dando mais livre para o cabelo.

Ajuda a reparar as pontas

O amido de milho também é frequentemente usado para restaurar fios secos, especialmente nas extremidades. Se você já estiver usando um produto para ajudar com as pontas das madeixas, use o amido de milho, para potencializar ainda mais o efeito.

Ele vai servir para selar as pontas secas, as tarefas que, normalmente, damos para alisar o cabelo, depois fazemos hidratação e, para fechar a cutícula do cabelo. Usar amido de milho vai trazer o mesmo efeito, mas sem agredir o cabelo.

Alisa o cabelo

Fazendo a famosa “touca de gesso”, o amido de milho para o cabelo, você vai notar que os fios mais suave e hidratada, e não aquele frizz causado por uso de produtos químicos. Ainda não sabe o porque, o amido de milho ajuda a alisar o cabelo, mas acredita-se que o alisamento ocorre devido a glicose em sua composição.

Amido de milho (maizena) realmente funciona?

De acordo com relatos de quem já usou o amido de milho para cuidar de cachos, o amido de milho funciona, sim. Se utilizados corretamente – o que nós vamos ensinar durante o artigo, o amido de milho pode trazer todos os benefícios listados acima, para o cabelo.

Os principais benefícios observados, são os cabelos com menos volume, mais brilho e maciez. No entanto, de acordo com especialistas, o amido de milho não deve ser usado por si só nos fios, porque ela não tem o direito de penetrar neles. A dica é misturar na máscara de hidratação ou cremes hidratantes, para obter os efeitos desejados amido de milho.

Você também pode usá-lo como uma forma de shampoo seco – como falamos anteriormente. Segundo depoimentos de quem já usou, o amido de milho tira todos os óleos, fios, deixando os cabelos mais leves e livres, enquanto você não será capaz de fazer uma lavagem normal.

Como usar amido de milho (maizena) no cabelo: passo a passo

Existem várias maneiras de usar amido de milho no cabelo. Tudo vai depender do seu objetivo e o resultado que deseja atingir com a aplicação de amido de milho em cachos. Como você já sabe, ele serve para hidratar, alisar e tirar a oleosidade dos fios.

Vale lembrar que as receitas com o amido de milho são naturais e não fazem prejudicar o couro cabeludo e nem aos fios. Assim, eles podem ser usados para hidratar ou alisar cabelos de crianças, mulheres grávidas, idosos, mulheres com o cabelo virgem ou quimicamente tratados.

Confira abaixo várias maneiras de preparar receitas com amido de milho para o cabelo e escolher a melhor forma de acordo com os seus objectivos:

Alisamento de cabelo com o amido de milho (maizena)

O amido de milho pode ser um grande aliado para as mulheres, quando se alisamento natural. Além de outros benefícios, ela pode ajudá-lo a ficar longe de produtos químicos, retificador e, portanto, menos prejudicar o cabelo. Vale ressaltar que, químicos, usados em excesso, podem danificar a fibra capilar e, consequentemente, prejudicar a saúde.

Com o alisamento natural, o amido de milho, não existe o risco de acontecer o chamado corte, química, do processo que combina vários produtos ou métodos químicos de alisamento ou relaxamento, e, que, por sua vez, provoca a queda do fio, deixando um “buraco” enorme cabeça.

No entanto, há várias maneiras de fazer receitas com o amido de milho, para alisar o cabelo, então é melhor preparar a máscara, vai depender das necessidades de cabelo de cada um.

Lembre-se que o alisamento natural, o amido de milho atua gradualmente, ou seja, o cabelo se torna mais suave à medida que vai usando constantemente a máscara. O efeito: fios de lisa começa a ser considerado após a terceira aplicação, aproximadamente.

Outra dica importante é que o alisamento de cabelo com o amido de milho deve ser feita de 30 em 30 dias. Isso porque, apesar do fato de que a queratina e o bepantol – os ingredientes utilizados para a preparação de máscaras, são extremamente importantes para a saúde do cabelo, em excesso eles podem causar queda ou quebra dos fios, causando o chamado efeito “rebote” no cabelo, ou seja, o efeito é o oposto.

Você já ouviu falar na sopa detox? Elas são popularmente conhecidas por serem ricas nutrientes capazes de limpar o organismo de substâncias tóxicas, além de ajudarem a emagrecer de forma saudável.

A má alimentação, causada pelo excesso de produtos industrializados ricos em componentes tóxicos, conservantes e corantes é a responsável por trazer tantas doenças e outros problemas ligados à saúde.

Por isso, é de extrema importância reavaliar a alimentação e passar a consumir alimentos de alto valor nutricional, como é o caso das sopas detox.

O que deve conter na sopa detox

Para o preparo das sopas detox são escolhidos alimentos ricos em fibras e baixo teor de calorias e gorduras trans, como por exemplo o inhame, a cenoura, o couve, o brócolis, o espinafre, o pepino, a rúcula, a escarola, o repolho, o coentro, o frango, o gengibre, a abóbora, a maçã, o alho poró, o mel, a ervilha, o grão de bico e muito mais.

O preparo da sopa detox

O ideal é preparar a sopa com até 4 ingredientes , sempre utilizando água e temperos para completar o processo. Uma boa dica para não perder os nutrientes dos alimentos é preparar a sopa sempre em fogo baixo.

Além disso, também é muito importante evitar temperar a sopa com caldos de tabletes ou em pó industrializados ou quantidades em excesso de sal, já que eles tiram o sabor dos legumes e verduras e retiram os nutrientes dos alimentos.

Outra dica importante é variar os temperos com ervas, como alecrim, manjericão, orégano e hortelã. Eles ajudam a manter a sopa saudável e também dão um gostinho diferente à refeição.
É interessante, a cada sopa preparada, alternar os temperos e ver qual mais combina com o seu paladar e com os legumes selecionados.

Outras dicas para a sopa detox

  • O ideal para o preparo dos alimentos que irão compor a sopa detox é sempre refogá-los.
  • Para quem gosta, também é possível acrescentar pimenta ao temperar a sopa. Em pequenas quantidades, a sopa pode render um resultado bem interessante.
  • Evite triturar os alimentos da sopa, já que mastigá-los aumentará a sensação de saciedade, evitando as beliscadas durante o dia. São estas beliscadas as grandes responsáveis pelo chamado efeito sanfona. Quando a ansiedade e outros distúrbios ocorrem, é comum buscar alimentos que furem as refeições (geralmente alimentos mais rápidos e calóricos), ajudando a engordar.
  • E claro, opte por atrelar a alimentação das sopas detox com uma rotina de exercícios físicos; isso irá aumentar sua qualidade de vida e trazer resultados mais rapidamente.

Gostou? Então não perca tempo e invista hoje mesmo na sopa detox, elas têm o poder de transformar o seu corpo!

Conheça alguns Benefícios do chimarrão

Atualmente o chimarrão vem ganhando força fora do Rio Grande do Sul por seus inúmeros benefícios para a nossa saúde.

Você já pode ir colocando a água para ferver. Uma pesquisa apontou que o chimarrão faz bem para o coração e ainda combate várias outras doenças. Ele possui três vezes mais polifenois que o chá verde. A erva usada para o preparo do chimarrão contém propriedades fisiológicas, medicinais e nutricionais. É considerado um alimento quase completo, pois contém cerca de 80% de todos os nutrientes necessários ao nosso organismo.

Mas o que é chimarrão?

O chimarrão ou também conhecido como mate é uma bebida por essência basicamente e exclusivamente característica do Sul do Brasil, também um hábito deixado pelos indígenas quíchuas, aimarás e guaranis. É considerado um hábito fortemente difundido no sul do Brasil, principalmente no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, parte da Bolívia, Chile, Uruguai, Paraguai e Argentina.

Confira os benefícios da erva

  • É um estimulante mental que atua nos músculos e nervos;
  • Faz um excelente trabalho na regeneração celular;
  • Rejuvenesce a pele;
  • Diurético;
  • Regula a respiração;
  • Ajuda o sistema digestivo;
  • Auxilia o funcionamento dos rins;
  • Diminuição do colesterol;
  • Ação antioxidante e anti-inflamatória;
  • Fortalece o coração;
  • Ajuda o sistema nervoso;
  • Auxilia o tratamento de pessoas em estado depressivo;
  • Possui grandes quantidades de vitamina E que ajuda nas funções sexuais;
  • Ajuda no emagrecimento;
  • Aumenta expectativa de vida.

Se você ficou animado com todos os benefícios do chimarrão traz para as nossas vidas, não se esqueça de que a água a ser utilizada nunca pode ser fervida. A água fervente pode causar câncer de boca e de esôfago, seguindo essa regrinha básica, é só desfrutar dessa deliciosa bebida e seus benefícios.

Apesar de ser uma bebida diurética, ela não substitui a ingestão de água pura, apenas ajuda o seu corpo a eliminar o excesso de líquidos retidos. O chimarrão não hidrata o seu corpo. Lembre-se de que o consumo de água dever ser de dois litros, no mínimo, diariamente, assim você mantém todos os órgãos do seu corpo funcionando saudavelmente.

Apesar de ser uma bebida deliciosa (para os sulistas), vale lembrar que o chimarrão não pode de maneira alguma ser substituído pelo consumo de água, por ser uma bebida diurética, ou seja, ele auxilia o corpo na eliminação de líquidos e por esse motivo o chimarrão não hidrata o organismo. Lembrando que o consumo de água deve ser de cerca de dois litros por dia para um funcionamento saudável dos órgãos.

Tomando um chimarrão

Tomar um chimarrão significa hospitalidade e amizade e por isso a cuia é compartilhada com amigos e familiares.

O ato de preparar o chimarrão tem várias maneiras de ser chamado:cevar o mate, fechar o mate, enfrentar o mato, tê ou amargo.

Se você fizer um chimarrão e chamar alguém para dividir a sua cuia,poderá utilizar as seguintes expressões:

  • Vamos matear?
  • Vamos gervear?
  • Vamos chimarrear?
  • Vamos verdear?
  • Vamos amarguear?
  • Vamos apertar um mate?
  • Vamos tomar mate ou um mate?
  • Vamos tomar um chimarrão?
  • Que tal um mate?

Seja qual for a ocasião ou a expressão que usar para degustar um chimarrão, lembre-se que a bebida é totalmente benéfica para a nossa saúde, além de nos unir aos amigos e familiares, trazendo assim os benefícios sociais e psicológicos.

O segredo para uma boa aparência está em seu estômago. Confira 5 opões de alimentos antioxidantes para uma pele jovem.

Porque não retardar alguns anos de sua aparência? Basta dar preferências para algumas classes de alimentos que possuem propriedades capazes de manter sua pele jovem, e que possa ser encontrado em qualquer mercado.

Em suas refeições coma alimentos que combatem os radicais livres, regularizam o pH tornando sua pele mais lisa e que os protejam de raios UV. Se não sabe o que são radicais livres leia: Radicais Livres

Segue abaixo a lista sobre os principais alimentos antioxidantes.

  1. Batata – Doce
    Batatas –doces contém Betacaroteno, antioxidante responsável por equilibrar o pH de sua pele e combatendo a secura. Assim renovando as células, tornando sua pele mais lisa. Outras fontes de betacaroteno são damasco, cenoura, abóbora, beterraba, mamão e manga, quase todos com aparência alaranjada.
  2. Tomate
    Tomates contém licopeno, um antioxidante responsável por ajudar a reparar os danos causados pelos radicais livres e protegendo dos danos causados pelo sol, como o protetor solar, mas de dentro para fora. Outras fontes de licopeno são melancia e goiaba, quase todos com aparência avermelhada.
  3. Frutas Cítricas
    Frutas cítricas contém vitamina C, a vitamina tem ação antioxidante e anti-inflamatória ajudando a combater a acne ( espinha ). Vitamina C e essencial na reconstrução de colágenos, substância essencial para uma pele jovem, que começa a quebrar aos seus 20 anos.
  4. Verdura verde escura
    Salada verde escura contém Luteína, substancia com ação antioxidante responsável por proteger a pele contra inflamações e rugas induzidas pelo sol, além de poder melhorar ou prevenir a degeneração ocular. Fontes de luteína são espinafre, couve-flor e ervilha e alguns frutos como laranja, mamão, pêssego e kiwi além da gema do ovo.
  5. Vinho tinto
    Sementes de uva contém resveratrol, poderoso antioxidante que ajuda a combater o envelhecimento. Ratos em laboratório, que receberam uma dieta hiper-calórica, viveram 20% a mais comparados com os demais ratos que não ingeriram o resveratrol. Segundo Wikipédia.

Após praticar exercícios físicos, é natural sentir sede, afinal, muita água é perdida através da transpiração e precisa ser reposta no organismo para evitar uma desidratação. O que muitas pessoas se perguntam é: as bebidas isotônicas fazem bem ou mal?

Esse tipo de bebida é feito basicamente de água, mas também contém um pouco de carboidratos e minerais – como o sódio e potássio – para ajudar a hidratar o corpo e repor essas substâncias, que são perdidas naturalmente durante as atividades físicas.

Os isotônicos são mais indicados para quem pratica exercícios intensos e por períodos mais longos, acima de 1 hora. Como esse tipo de atividade aumenta a perda de líquidos e nutrientes, o isotônico é recomendado porque proporciona uma reposição mais rápida e eficaz.

Apesar dessas qualidades, é preciso ficar atento antes de tomar isotônicos porque a bebida contém açúcares, para repor as energias e também para adoçar. Por isso, quem está de dieta ou sofre de diabetes precisa conversar com um médico para saber se pode consumir o produto.

Vale lembrar que, independente de optar por água ou isotônicos, é preciso ingerir líquidos durante os exercícios, não apenas depois. Dessa forma você mantém o corpo sempre bem hidratado e evita os problemas causados pela falta de água no organismo.

Se você preferir, os sucos de frutas também são uma ótima alternativa para repor os líquidos de forma nutritiva – experimente tomar um refrescante suco de melancia, por exemplo.

Os benefícios da melancia

Com o fim do inverno a aproximação do verão, o clima fica cada vez mais quente e é muito importante manter o organismo hidratado. A melancia é uma opção refrescante, nutritiva e econômica para hidratar o corpo naturalmente.

A polpa da fruta contém alta concentração de água e garante uma boa hidratação para o organismo, mas os benefícios não param por aí. A melancia ainda é rica em licopeno – a substância que confere a cor vermelha da fruta e ajuda a prevenir o câncer de próstata.

Além de ser conhecido por combater o câncer, o licopeno também age como antioxidante e ajuda a prevenir o envelhecimento das células. A vitamina A também é encontrada na fruta, beneficiando a saúde dos olhos e também do pulmão, pois estimula a regeneração dos alvéolos pulmonares.

Se você já está convencido sobre as qualidades da melancia, saiba que os benefícios não param por aí. A fruta também contém ferro e ajuda a combater a anemia, principalmente em crianças e gestantes. E se você está preocupada com as calorias do alimento, fique sabendo que melancia é muito leve e você pode comer sem medo de quebrar a dieta.

Procure comer uma fatia da fruta diariamente para nutrir o organismo e, se preferir, bata a polpa no liquidificar para fazer um delicioso suco.

Abrobrinha

Muito versátil e presente em diversos pratos, a abobrinha é rica em nutrientes e com características únicas que a transformam em alimento perfeito para quem deseja emagrecer com saúde.

As substâncias encontradas na abobrinha com maior abundância são as vitaminas do complexo B, como a B1 e a B3. Sozinhas, essas duas substâncias ativam a circulação, ajudam na digestão e diminuem os níveis de colesterol, além de atuarem no sistema nervoso e melhorarem a memória e a concentração.

Para completar essa lista de benefícios, a abobrinha ainda tem potássio, fósforo, cálcio – muito importante para o desenvolvimento das crianças – e ácido fólico, que tem função importante no desenvolvimento de fetos e não pode faltar na alimentação das gestantes.

E se você está se perguntando o que tudo isso tem a ver com emagrecer, como citado no começo do post, nós explicamos: apesar de carregar todos esses nutrientes, a abobrinha contém pouquíssimas calorias e muitas fibras, facilitando o funcionamento do intestino e saciando a fome.

Quem deseja emagrecer com saúde já sabe que precisa dar preferência aos carboidratos saudáveis na hora da refeição. Esses alimentos são ricos em calorias, mas mesmo assim ajudam a emagrecer. Um dos melhores exemplos desse grupo é a batata-doce.

Batata-doce

Apesar de ser doce e calórica, a batata-doce é rica em fibras, proteínas, cálcio e potássio, por isso, estimula o funcionamento do intestino e promove a sensação de saciedade. Além disso, o alimento também ajuda a controlar a diabetes e o colesterol, por incrível que pareça.

O grande segredo dos benefícios da batata-doce está no fato de ela ser digerida lentamente no organismo, permitindo que as suas calorias sejam absorvidas aos poucos. Assim, o açúcar contido na leguminosa não se acumula rapidamente no sangue e o pâncreas – glândula responsável por produzir insulina – não fica sobrecarregado.

Esse equilíbrio entre calorias e poder energético fez da batata-doce um dos alimentos preferidos de atletas, principalmente daqueles que frequentam as academias e precisam de muita energia para praticar seus exercícios.

Para ter indicações de outros alimentos saudáveis para emagrecer com saúde, consulte o nutricionista mais próximo de você através da Rede Credenciada Vale Saúde e garanta uma dieta mais equilibrada.

Cajú

Ao contrário do que se imagina, a polpa amarela ou vermelha do caju não é um fruto, mas um pseudofruto. Na verdade, a castanha do caju que é classificada como fruto, mas isso não diminui o valor nutritivo da sua polpa.

O betacaroteno e o licopeno são encontrados em abundância na polpa do caju e ajudam a reforçar a imunologia. Outra substância muito importante contida nesse pseudofruto é a vitamina C, um antioxidante natural que combate o envelhecimento – somente a acerola e o limão contêm uma concentração maior dessa vitamina.

O cálcio e o ferro também estão presentes na polpa do caju – o primeiro é extremamente importante para o desenvolvimento dos ossos, enquanto o segundo combate a anemia. Essa mistura de nutrientes é muito importante para crianças e gestantes, e deve fazer parte do seu cardápio.

Apesar de o suco ser muito gostoso e popular, consumir a fruta in natura é mais saudável por que ela contém mais nutrientes. Procure incluir o caju na sua dieta e na dos seus filhos.