Pular para o conteúdo

Pequenas fissuras em um lado ou os dois lados da cavidade bucal podem ser queilite angular, ou boqueira, como é popularmente conhecido. 

Se alimentar, abrir a boca e até mesmo sorrir pode ser desconfortável quando esse problema ocorre, e o tratamento é a forma para se curar essa ferida tão incômoda. 

O que é a queilite angular? 

Popularmente conhecida como boqueira, cujo nome científico é queilite angular, é uma patologia em forma de pequenas fissuras na comissura labial que pode ser bilateral ou unilateral dependendo do caso, é uma doença de causa multifatorial. 

Ela é conhecida por ser uma ferida na boca em que pode ser desconfortável, ardendo ao se alimentar, escovar os dentes e até mesmo ao sorrir. 

A queilite angular é causada por fungos ou bactérias, por xerostomia – ou boca seca. Os idosos são os mais acometidos a ter essa doença, mas crianças e adolescentes também podem obter, por diversos fatores. 

O acúmulo de saliva acumulado na região lateral da boca, é uma das principais causas para se acometer essa patologia, devido a má oclusão –  tendo dificuldade de  fechar ou abrir a boca.

O que pode causar a queilite angular? 

A origem da queilite angular pode estar caracterizada na salivação excessiva e a mecanização da cavidade bucal, de forma que o lábio superior apresenta uma queda no lábio inferior exatamente no ângulo da boca.

As causas mais comuns para ocorrer essa inflamação fúngica ou bacteriana são: 

  • Respiração contínua pela boca;
  • Queda da imunidade;
  • Falta de vitaminas e ferro no sangue; 
  • Tabagismo; 
  • Boca seca; 
  • Salivação excessiva;
  • Dificuldade oclusão dentária.

Adiante, iremos explicar de forma mais completa cada uma das causas:

  1. Respiração contínua pela boca

Essa causa deve-se a dificuldade de respirar devido a problemas de saúde respiratórios, porém esse hábito pode afetar a boca, levando ao aparecimento dessas fissuras. 

  1. Queda da imunidade

Pessoas que possuem doenças sistêmicas tendem a ter uma queda de imunidade, e quando isso acontece, essa ferida pode aparecer na lateral da boca. 

  1. Falta de vitaminas e ferro no sangue 

A partir da queda da imunidade, ou alimentação feita incorretamente pode acontecer a queda de vitaminas e do ferro no corpo, ao serem acometidos as pessoas tendem a ter inflamações pela boca, gerando a queilite angular. 

  1. Tabagismo 

Fumar pode causar diversas doenças como já sabemos, e ao ter hábitos de fumo, o indivíduo tende a ter um ressecamento maior bucal.

  1. Boca seca

Conhecida cientificamente  como xerostomia, a boca seca tende a deixar a cavidade bucal mais propícia para se adquirir feridas, e podem ocorrer devido a má oclusão por conta de aparelhos ortodônticos, próteses dentárias e implante de dente

  1. Salivação excessiva 

Ao ter um excesso de salivação na boca pode-se ser acometido por uma série de problemas, pois quando a saliva seca, surgem irritações e ressecamentos nas laterais bucais.

Quando um indivíduo tem o hábito de lamber repetidamente os lábios para aliviar o ressecamento, eles podem secar ainda mais e ocorrer rachamento, permitindo a entrada de fungos e bactérias e causando infecções.  

  1. Dificuldade de oclusão dentária 

A dificuldade da oclusão dentária pode ocorrer por diversos fatores, e  tem sido recorrente o fato de pessoas que usam alinhadores invisíveis, aparelhos móveis que não são trocados devidamente ,ou seja não faz a manutenção corretamente, podendo ocasionar esse problema. 

Assim como esses fatores, essa oclusão dentária pode ser corrigida com o uso de alguns procedimentos estéticos em que deixam o dente alinhado facilitando a abertura e fechamento da boca, como por exemplo a lente de dente

Para recuperar a auto estima e melhorar o aspecto do dente, muitas pessoas recorrem a todo tipo de tratamento, mas é importante sempre procurar um dentista qualificado para fazer tais procedimentos, para que ocorra tudo certo. 

Há muitos procedimentos a serem feitos para resolver a má oclusão dos dentes, podendo melhorar de imediato esse tipo de problema, com o uso de aparelhos ortodônticos, onde hoje em dia devido a estética pode ser utilizado aparelho de porcelana preço acessível e totalmente discreto.

Como tratar a queilite angular?

Para fazer um tratamento para esse problema é necessário saber qual a causa, o que pode ser de múltiplos fatores. 

Se for por falta de vitaminas no sangue, o profissional irá encaminhar complexos vitamínicos e uma alimentação adequada para repor essas vitaminas, o que fará uma melhora na queilite. 

Mas para aliviar as dores e o incômodo é utilizado cremes à base de triancinolona para sumir a boqueira.  

Após a cura do problema pode-se fazer procedimentos estéticos nos dentes, como o clareamento dental, que não é recomendado ser feito durante o tratamento da queilite. 

Antes de qualquer diagnóstico, procure um especialista para saber se o que você tem é queilite ou outro problema. Nunca faça uso de medicações sem prescrição médica.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

O que é quiropraxia e quais são os seus benefícios?

A dor no pescoço, nas pernas, nas costas ou no ombro é muito incômoda quando se trata de fazer atividades cotidianas, principalmente durante o home office, com longas jornadas de trabalho muitas vezes associadas à má postura diante de um computador.

Nesse sentido, a Quiropraxia surge como uma proposta para aliviar, tratar e prevenir problemas corporais. Esta técnica de manipulação manual garante uma série de benefícios e contribui para o bem-estar dos pacientes.

A maioria das pessoas confunde quiropraxia com fisioterapia ou massagem e tem muitas dúvidas sobre o tratamento. Mas, na verdade, funciona com problemas do sistema musculoesquelético e seu efeito no sistema nervoso.

O que é Quiropraxia?

A Quiropraxia nada mais é do que o uso de técnicas de manipulação articular na região da coluna vertebral, em que se trabalha para corrigir e realinhar o eixo principal do corpo humano a fim de diminuir o risco de lesões e diminuir a dor. .

A Quiropraxia se preocupa em diagnosticar, tratar e prevenir problemas do sistema neuromuscular e outras estruturas que movem o corpo e como essas mudanças afetam a saúde geral.

A Quiropraxia é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde 2005 como um ramo da medicina alternativa que trata e previne problemas do sistema neuroesquelético.

A Quiropraxia oferece uma solução abrangente para problemas associados às articulações, dores na coluna, músculos, tendões, nervos e outras estruturas importantes do nosso corpo. Promove relaxamento e bem-estar associado à contratura causada por estresse ou ansiedade.

O que é quiropraxia e quais são os seus benefícios?

A Quiropraxia pode ser combinada com outros tratamentos para melhorar os resultados do paciente.

3 benefícios da Quiropraxia

Como vimos anteriormente, a Quiropraxia auxilia em diversos tipos de dores e, por isso, seu tratamento está se tornando cada vez mais popular. Abaixo listamos 3 principais benefícios. Seguir:

1. Redução da dor

Numerosos estudos mostraram que a quiropraxia é segura e eficaz para reduzir a dor no pescoço, região lombar, coluna, etc.

2. Reduz o uso de medicamentos

Devido à dor intensa, muitas pessoas recorrem a tratamentos farmacológicos para melhorar sua qualidade de vida. Como uma prática não invasiva, a quiropraxia trabalha para melhorar a condição do paciente, o que, por sua vez, reduz o uso de medicamentos.

3. Melhora o desempenho atlético

As equipes esportivas mais famosas têm um quiroprático profissional disponível para seus atletas para prevenir lesões e melhorar seu desempenho atlético enquanto lutam por um corpo saudável e sem dor para um melhor desempenho atlético.

Como é realizada a Quiropraxia?

Os quiropráticos farão primeiro um diagnóstico com base nos relatórios dos pacientes. Esses especialistas possuem conhecimentos em diversas áreas, como patologia, anatomia, radiologia, biomecânica e neurologia. Esses especialistas verificaram a necessidade de supervisão médica em combinação com a quiropraxia.

Uma vez feito o diagnóstico, o quiroprático sugere determinar um plano de tratamento mais adequado e personalizado usando técnicas quiropráticas e dividindo-o em "x" sessões. Geralmente a primeira sessão é utilizada para avaliar a resposta do paciente com a prática de movimentos manuais e técnicas para alívio da dor. Não use procedimentos invasivos ou medicamentos.

Na prática, as sessões são realizadas com as mãos, mesmo realizando algumas manobras e movimentos no paciente em diferentes velocidades. Pode acontecer que um profissional utilize algum tipo de equipamento dependendo da necessidade do tratamento, e sua frequência também varia de pessoa para pessoa.

A Quiropraxia oferece riscos à saúde?

Embora este tratamento seja utilizado em mais de 60 países, as pessoas não familiarizadas com a técnica quiroprática muitas vezes têm algumas dúvidas sobre os riscos para a saúde e as pessoas que podem ou não utilizar a prática.

Sim, a quiropraxia pode representar riscos à saúde. De acordo com pesquisas médicas, um movimento quiroprático mal executado pode causar o colapso da artéria, o que pode levar a um acidente vascular cerebral no paciente. As pessoas estão cientes dos grandes benefícios da quiropraxia e acabam não se importando com os efeitos colaterais.

Lembramos também que a quiropraxia não é indicada para pessoas com instabilidade na coluna, hérnia de disco grave, fraturas que ainda estão em processo de recuperação e outras contra indicações que precisam ser avaliadas.

Obviamente, em comparação com outros tratamentos, a quiropraxia, por exemplo, não requer procedimentos cirúrgicos ou invasivos como os citados acima e pode prevenir problemas causados ​​por disfunções das vértebras.

 

Interessado na área? Confira o Curso de Quiropraxia!

 

Continue lendo nosso site!

Os pés são uma parte do nosso corpo que pode sofrer se não forem supervisionados. Se formos daqueles que caminham muito ou vão correr, perceberemos como os problemas se acumulam nas pernas. Sempre precisamos cuidar bem deles, especialmente para evitar a rigidez dos pés.

Às vezes, para ter uma aparência elegante, elegante e atraente, muitas mulheres esquecem por que o calçado foi inventado em primeiro lugar - com proteção confiável para os pés. 

Por causa da prioridade da aparência e beleza, infelizmente, a saúde é prejudicada e os sapatos escolhidos incorretamente podem se transformar em resultados desastrosos.

Material de sapato

Normalmente, queremos comprar todas as roupas feitas de tecidos naturais. O mesmo princípio deve ser seguido na escolha dos sapatenis.

Dermatinos, materiais sintéticos, borracha e matérias-primas semelhantes para a produção de calçados ou botas têm custo baixo, é claro, o que reduz muito o preço final do calçado. 

Mas para os pés, esses produtos são perigosos, porque não permitem que o ar circule livremente e, portanto, não causam respiração dérmica. Isso contribui para a totalidade de bactérias e fungos patogênicos na palmilha, devido a doenças dermatológicas, inclusive doenças fúngicas da onicomicose cutânea. 

Além disso, os materiais artificiais são geralmente resistentes, mal gastos e não se acomodam na alienação do pé. Assim, a distribuição desigual de pressão é realizada em diferentes partes do pé, e os tecidos conjuntivos e musculares são investigados, com desenvolvimentos do pé plano.

Os sapatos feitos de couro ou tecido genuíno, por outro lado, se movem, esticam bem e rapidamente ganham forma com o pé. Além disso, os materiais naturais fornecem um suprimento normal de ar para a pele.

Forma e modelo do sapato

Recentemente, extremos foram adotados em termos de altura do salto. As mulheres preferem sapatos de salto alto ou listrados, ou uma sola totalmente plana. Ambas as opções são fundamentalmente erradas e causam danos insustentáveis ​​à saúde.

Lesão com salto alto (a partir de 5 cm):

  • O deslocamento no corpo do centro de gravidade para a frente. Por causa disso, a circulação sanguínea na região do quadril é uma grande preocupação, e os músculos da panturrilha estão constantemente tensos (eles permanecem tensos).
  • É louvável com mudanças no arco do pé, a subida aumentou. Esses indicadores envolvem a construção de edifícios sobre os ossos.
  • Ela desenvolve uma deformidade em valgo do polegar, o chamado "osso", quando os ossos se projetam para o trecho lateral superior do pé.
  • Os discos intervertebrais foram fechados devido à pressão mal distribuída na coluna lombar e, consequentemente, na medula espinhal. Isso não só causa dor, mas também uma violação da circulação na região pélvica.

Danos ao apartamento individual:

  • Sem amortecimento quando o calcanhar atinge o solo ou a superfície do asfalto. Portanto, a coluna está sempre sujeita a microtrauma, mesmo ao caminhar.
  • Devido à falta de apoio para o pé, os músculos e tendões das pernas ficam inflados, causando entorses, tonturas.
  • Distribuição incorreta do peso corporal na perna. Nesse caso, as opções para consequências negativas são muitas: pés chatos, deformidades do pé, pé torto. Esta doença final é o deslocamento da mulher, as articulações do joelho e, posteriormente - e vértebras.

Que sapatos devo usar?

  • Altura do salto - cerca de 5 cm, mas não menos do que 3,5-4 cm;
  • A unidade deve ser flexível e macia o suficiente, mas não muito fina;
  • A sola do sapato é projetada para manter a forma do pé, por isso é melhor que seja reforçada nas laterais e equipada com uma palmilha ortopédica;
  • A meia não deve ser esguia, os dedos devem estar livres sem pressão;
  • material de calçado - matérias-primas naturais (couro, tecido de algodão, pel'sk, camurça).

A chave para uma dieta saudável é comer a quantidade certa de calorias pelo quão ativo você é, assim você equilibra a energia que consome com a energia que você usa.

Se você come ou bebe mais do que seu corpo precisa, você engordará porque a energia que você não usa é armazenada como gordura. Se você comer e beber muito pouco, perderá peso.

Você também deve ingerir uma grande variedade de alimentos para ter certeza de estar recebendo uma dieta balanceada e seu corpo está recebendo todos os nutrientes de que precisa.

É recomendado que os homens tenham cerca de 2.500 calorias por dia. As mulheres devem ter cerca de 2.000 calorias por dia. A maioria dos adultos estão comendo mais calorias do que o necessário e deve ingerir menos calorias.

1. Baseie suas refeições em carboidratos ricos em amido

Os carboidratos ricos em amido devem constituir pouco mais de um terço dos alimentos que você ingere. Eles incluem batatas, pão, arroz, macarrão e cereais.

Escolha variedades de fibra ou integrais mais altas, como massas integrais, arroz integral ou batatas com suas peles.

Eles contêm mais fibras do que carboidratos ricos em amido ou refinados brancos e podem ajudá-lo a se sentir satisfeito por mais tempo.

Tente incluir pelo menos 1 alimentos ricos em amido em cada refeição principal. Algumas pessoas acham que os alimentos ricos em amido são engordantes, mas gramas de gramas de carboidratos contêm menos da metade das calorias de gordura.

Fique de olho nas gorduras que você adiciona quando está cozinhando ou servindo esses tipos de alimentos, porque é isso que aumenta o conteúdo de calorias - por exemplo, óleo em salgadinhos, manteiga no pão e molhos cremosos em massa.

2. Coma muita fruta e vegetais

É recomendável que você coma pelo menos 5 porções de uma variedade de frutas e vegetais todos os dias. Podem ser frescos, congelados, enlatados, secos ou espremidos.

Uma porção de frutas e legumes frescos, enlatados ou congelados é 80g. Uma porção de fruta seca (que deve ser mantida para as refeições) é de 30g.

Um copo de 150ml de suco de fruta, suco de vegetais ou smoothie também conta como 1 porção, mas limita a quantidade que você tem para não mais que 1 copo por dia, pois essas bebidas são açucaradas e podem danificar os dentes.

3. Coma mais peixe, incluindo uma porção de peixe oleoso

O peixe é uma boa fonte de proteína e contém muitas vitaminas e minerais. Apontar para comer pelo menos 2 porções de peixe por semana, incluindo pelo menos 1 porção de peixe oleoso.

Peixes oleosos são ricos em gorduras ômega-3, o que pode ajudar a prevenir doenças cardíacas. 

Peixes oleosos incluem:

  • salmão
  • sardinhas
  • sardinha
  • cavalinha

Peixes não oleosos incluem:

  • bacalhau
  • atum
  • pescada

Você pode escolher entre fresco, congelado e enlatado, mas lembre-se que o peixe enlatado e defumado pode ter alto teor de sal.

A maioria das pessoas deve comer mais peixe, mas existem limites recomendados para alguns tipos de peixe.

4. Reduzir a gordura saturada e o açúcar

Gordura saturada

Você precisa de um pouco de gordura em sua dieta, mas é importante prestar atenção à quantidade e ao tipo de gordura que você está comendo.

Existem dois tipos principais de gordura: saturada e insaturada. Demasiada gordura saturada pode aumentar a quantidade de colesterol no sangue, o que aumenta o risco de desenvolver doenças cardíacas.

Em média, os homens não devem ter mais que 30g de gordura saturada por dia. Em média, as mulheres não devem ter mais de 20g de gordura saturada por dia.

As crianças com menos de 11 anos devem ter menos gordura saturada do que os adultos, mas uma dieta com baixo teor de gordura não é adequada para crianças com menos de 5 anos.

A gordura saturada é encontrada em muitos alimentos, como:

  • cortes gordurosos de carne
  • salsichas
  • manteiga
  • queijo duro
  • creme
  • bolos
  • biscoitos
  • banha
  • tortas

Tente reduzir sua ingestão de gordura saturada e escolha alimentos que contenham gorduras insaturadas, como óleos e cremes vegetais, peixes oleosos e abacates.

Para uma escolha mais saudável, use uma pequena quantidade de óleo vegetal ou de azeite, ou de gordura reduzida ao invés de manteiga, banha ou ghee.

Quando você está com carne, escolha cortes magros e corte qualquer gordura visível.

Todos os tipos de gordura são ricos em energia, por isso só devem ser consumidos em pequenas quantidades.

Açúcar

O consumo regular de alimentos e bebidas ricos em açúcar  aumenta o risco de obesidade e cárie dentária .

Alimentos e bebidas açucarados são muitas vezes ricos em energia e, se consumidos com muita frequência, podem contribuir para o ganho de peso. Eles também podem causar cárie dentária, especialmente se consumidos entre as refeições.

Açúcares livres são quaisquer açúcares adicionados a alimentos ou bebidas, ou encontrados naturalmente em mel, xaropes e sucos e smoothies de frutas sem açúcar.

Este é o tipo de açúcar que você deve cortar, em vez do açúcar encontrado na fruta e no leite.

Muitos alimentos e bebidas embalados contém quantidades surpreendentemente altas de açúcares livres.

Açúcares livres são encontrados em muitos alimentos, como:

  • bebidas com gás açucarado
  • cereais matinais açucarados
  • bolos
  • biscoitos
  • doces e pudins
  • doces e chocolate
  • bebidas alcoólicas

Os rótulos dos alimentos podem ajudar. Use-os para verificar a quantidade de açúcar contido nos alimentos.

Mais de 22,5g de açúcares totais por 100g significa que o alimento é rico em açúcar, enquanto 5g de açúcares totais ou menos por 100g significa que o alimento é pobre em açúcar.

5. Coma menos sal: não mais que 6g por dia para adultos

Comer muito sal pode elevar sua pressão arterial. Pessoas com pressão alta são mais propensas a desenvolver doenças cardíacas ou ter um derrame.

Mesmo se você não adicionar sal à sua comida, você ainda pode estar comendo demais.

Cerca de três quartos do sal que você come já está na comida quando você o compra, como cereais matinais, sopas, pães e molhos.

Use rótulos de alimentos para ajudá-lo a reduzir. Mais de 1,5g de sal por 100g significa que o alimento é rico em sal.

Adultos e crianças com mais de 11 anos não devem comer mais do que 6g de sal (cerca de uma colher de chá) por dia. As crianças mais novas devem ter ainda menos.

6. Seja ativo e tenha um peso saudável

Além de comer de forma saudável, o exercício regular pode ajudar a reduzir o risco de contrair doenças graves. Também é importante para sua saúde e bem-estar geral. 

Estar acima do peso ou obeso pode levar a condições de saúde, como diabetes tipo 2, certos tipos de câncer, doenças cardíacas e derrames. Estar abaixo do peso também pode afetar sua saúde.

A maioria dos adultos precisa perder peso comendo menos calorias.

Se você está tentando perder peso, almeja comer menos e ser mais ativo. Comer uma dieta saudável e equilibrada pode ajudá-lo a manter um peso saudável e para eliminar os riscos de acidentes.

Verifique se você é um peso saudável usando a calculadora de peso saudável do IMC .

7. Não fique com sede

Você precisa beber muitos líquidos para impedir que você fique desidratado. O governo recomenda beber 6 a 8 copos todos os dias. Isto é, além do fluido que você recebe da comida que você come. 

Todas as bebidas não alcoólicas contam, mas a água, o leite com baixo teor de gordura e as bebidas com baixo teor de açúcar, incluindo chá e café, são escolhas mais saudáveis. 

Tente evitar bebidas suaves e efervescentes, pois elas são ricas em calorias. Eles também são ruins para seus dentes. 

Mesmo suco de frutas sem açúcar e smoothies são ricos em açúcar livre.

Seu total combinado de bebidas de suco de frutas, suco de vegetais e smoothies não deve ser superior a 150ml por dia, que é um copo pequeno.

Lembre-se de beber mais líquidos durante o tempo quente ou durante o exercício.

8. Não pule o café da manhã

Algumas pessoas pulam o café da manhã porque acham que isso vai ajudá-las a perder peso.

Mas um café da manhã saudável, rico em fibras e pobre em gordura, açúcar e sal, pode fazer parte de uma dieta balanceada e pode ajudá-lo a obter os nutrientes necessários para uma boa saúde.

Um cereal integral de baixo teor de açúcar com leite semi-desnatado e frutas cortadas em cima é um saboroso e saudável café da manhã.